quarta-feira, 31 de maio de 2017

Campanha no centro de Cataguases alerta sobre os perigos do tabagismo

Em comemoração ao Dia Mundial Sem Tabaco, neste 31 de maio, uma equipe da Secretaria Municipal de Saúde de Cataguases, sob o comando do médico pneumologista Dr. Joseph Freire, realizaram um trabalho de conscientização a população na Praça Rui Barbosa, no Centro de Cataguases. A ação ocorreu com o apoio da secretaria de Estado de Saúde, Ministério da Saúde e Instituto Nacional do Câncer.

A data foi instituída em 1987 pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Neste ano, a entidade adotou como tema da campanha "Tabaco: uma ameaça ao desenvolvimento".

O consumo de tabaco é uma das principais causas de doença e de mortalidade prematura em todo o mundo. Todos os anos a "epidemia global do tabaco" mata cerca de 6 milhões de pessoas, das quais mais de 60.000 são não fumadores, que morrem devido à exposição aos efeitos nocivos do tabaco. Dr. Joseph falou ao Site Mídia Mineira sobre o assunto: "O controle do tabagismo está incluído na agenda para o desenvolvimento sustentável do Governo Federal e é uma das maneiras mais eficazes para contribuir para realização dos objetivos do desenvolvimento sustentável até 2030 que visa reduzir em 1/3 a mortalidade prematura por doenças não transmissíveis em todo o mundo, incluindo doenças cardiovasculares, câncer e doença pulmonar obstrutiva crônica. Os usuários deveriam se comprometer a não consumir tabaco ou a procurar ajuda para cessar o consumo, o que ajudaria não só a melhorar sua saúde mas também a de outras pessoas, expostas ao fumo, que são os fumantes passivos, especialmente crianças, familiares e amigos. O dinheiro economizado poderia ser usado para satisfazer as necessidades básicas tais como compras de alimentos saudáveis e com a educação. O consumo de tabaco mata aproximadamente 6 milhões de pessoas a cada ano, um número que segundo as previsões poderá aumentar para 8 milhões até 2030, caso as medidas de controle não sejam adotadas para reduzir o número de fumantes em todo o mundo. A Organização Mundial de Saúde reconhece o tabagismo como uma doença crônica, epidêmica, transmitida por meio de propaganda e publicidade, tendo como vetor a poderosa indústria do tabaco. Além de estar associado a doenças crônicas não transmissíveis, o tabagismo também é um fator importante de risco para o desenvolvimento de outras doenças, tais como hipertensão arterial, tuberculose, infecções respiratórias, úlcera gastrointestinal, impotência sexual em homens, infertilidade em mulheres, osteoporose e catarata".

Todos os anos, R$ 56,9 bilhões são gastos pelo Brasil com despesas médicas e em perda de produtividade provocadas pelo tabagismo. Em contrapartida, o País arrecada anualmente apenas R$ 13 bilhões em impostos sobre a venda de cigarros, ou seja, esse valor cobre apenas 23% dos gastos com os males causados pela epidemia do tabaco.

Com informações do INCA, Agência Brasil e Wikipedia
Fotos cedidas por Dr. Joseph Freire

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
25 Domingo
26 Segunda
27 Terça
28 Quarta
29 Quinta
30 Sexta
30 Sábado
Dose Certa Inova Econômica III Droga Minas Coimbra Econômica FarmaCenter
Drogasil Droga Farma Cataguases Pague Menos Aeropharma Drogaria da Vila N. S. Rosário