terça-feira, 18 de julho de 2017

Reunião alinha a vinda da Fundação Cristiano Varella para prestar o serviço de oncologia em Cataguases


Uma reunião realizada na segunda-feira, dia 17, na Secretaria de Estado da Saúde (SES), em Belo Horizonte, iniciou o alinhamento para a manutenção do serviço de oncologia em Cataguases. Conforme explicou o secretário municipal de Saúde, Eliermes Teixeira, com o aval da SES, mesmo com o descredenciamento do Hospital de Cataguases para o serviço, provocada pela saída do Instituto Oncológico da cidade, o município passará a contar com uma unidade de atendimento da Fundação Cristiano Varella (FCV). 

“O município intermediou várias saídas para o impasse entre o Hospital de Cataguases e o Instituto Oncológico. Infelizmente, não houve acordo entre as partes. Sendo assim, a Secretaria de Saúde buscou nova alternativa, através da fundação de Muriaé, onde já está habilitada para o serviço. Nesta reunião, inclusive, ficou alinhado que o credenciamento do serviço de  oncologia de Muriaé acontecerá com a instalação desta unidade de atendimento em Cataguases, visto que nosso município atende também diversos outras cidades vizinhas”, afirmou o secretário Eliermes Teixeira.

A reunião em Belo Horizonte contou com a presença do Prefeito Willian, do vereador Vinícius Machado, de representantes da Gerência Regional de Saúde de Leopoldina e de Ubá, de representantes da coordenação estadual de oncologia da SES, além de Sérgio Henriques, diretor da Fundação Cristiano Varella, que demonstrou o interesse da instituição em estar presente em Cataguases. “De nossa parte, estamos dispostos e temos todo o interesse em manter uma base nossa em Cataguases. Precisamos, primeiramente, levantar as informações necessárias sobre o serviço de oncologia que é oferecido hoje, para podermos manter o serviço com toda a qualidade que caracteriza nossa fundação”, disse na reunião o diretor da FCV.

O secretário de Saúde se disse bastante confiante e satisfeito com a reunião, reiterando o alto nível do atendimento da Fundação Cristiano Varella. “Nossa expectativa é a melhor possível, pois sabemos que estaremos dando o melhor aos nossos pacientes. Talvez, num primeiro momento, seja necessário levá-los para o tratamento em Muriaé, até que a unidade de atendimento da Fundação Cristiano Varella esteja funcionando plenamente na cidade. Esperamos que entre trinta e sessenta dias, sejam levantados todos os dados necessários, como a quantidade de pacientes, e sejam instalados equipamentos e designado o corpo médico”, explicou Eliermes. Ele informou ainda que o município passará a atuar como porta de entrada dos pacientes, através de suas unidades de saúde, o que não vinha acontecendo nos anos anteriores.

O prefeito Willian saiu satisfeito da reunião, ressaltando o passo importante que Cataguases está dando no atendimento oncológico. “Nossa preocupação é, principalmente, com as pessoas e, por isso, buscamos oferecer um serviço de qualidade, como o da Fundação Cristiano Varella. Acima de tudo, estamos solidários com aqueles que lutam contra esta doença, e queremos que nossa cidade proporcione um tratamento humanizado e de excelência. O importante é deixar claro que não haverá qualquer interrupção no tratamento de oncologia para os pacientes de Cataguases, quanto a isso, quero tranquilizar a todos”, afirmou o prefeito.

Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Cataguases

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Whatsapp Mídia Mineira
Farmácias de Plantão em Cataguases
08 - Domingo 09 - Segunda 10 - Terça 11 - Quarta 12 - Quinta 13 - Sexta 14 - Sábado
N. Sra. Aparecida Brasil Sta Tereza Econômica II Atlas Sta Rita Dose Certa
Campinho São Mateus Silveira II Silveira (vila) Vasconcelos Saúde e vida Drogasil