-->

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Vereadores e convidados assistem apresentação sobre a História de Cataguases



A Câmara Municipal de Cataguases, realizou na noite desta quinta-feira (14), uma sessão solene para apresentação de uma pesquisa contratada pelo Legislativo sobre Cataguases, de 1793 a 1930 apresentada pelas professoras Joana Capella e Odete Valverde. O projeto prevê ainda a apresentação nas escolas municipais.



Durante quase duas horas, as professoras expuseram - para um público privilegiado - os primórdios do município de Cataguases, desde as aldeias, a primeira estrada com os primeiros moradores, a primeira capela em 1828, o curato de Ubá em 1841, a Freguesia do Presídio em 1851, distrito de Leopoldina em 1854 até a criação do Município com a instalação da Câmara Municipal em 7 de setembro de 1877, passando por um rico período cultural e político de Cataguases (1877 a 1930), com a explosão do café, as intendências, a criação do Agente Executivo com a implantação da República, os partidos políticos da época e a influência de Cataguases no cenário nacional, a diversificação da produção com a queda do café, chegando a implantação da Companhia de energia elétrica (hoje Energisa) e das primeiras fábricas de tecido.

As professoras Joana Capella e Odete Valverde
A historiadora e pesquisadora Joana Capella, falou para o Site Mídia Mineira, sobre a apresentação e sobre as expectativas do projeto. "As expectativas são as melhores, já que a Câmara demonstrou interesse na publicação deste estudo através de Cadernos de História a serem disponibilizados principalmente para as escolas. Além disso, de imediato o trabalho poderá chegar às escolas e entidades que se interessarem através dos seis banners produzidos pela Câmara resumindo todo o período e da nossa participação apresentando o estudo", disse.




Presidente da Câmara Michelangelo
Correa demonstrou apoiar a
transformação da antiga delegacia
no Centro de Documentação e
Pesquisa de Cataguases
Ao final, Joana Capella também falou para os vereadores sobre o projeto que pretende transformar a antiga delegacia no Centro de Documentação e Pesquisa de Cataguases. Segundo ela, o local está para ser disponibilizado à Fundação Ricardo Dias, porém, um grupo de munícipes entrou com um pedido junto ao Ministério Público devido o prédio ser tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN, não podendo ser cedido para entidades privadas. O objetivo é que o prédio passe para Prefeitura de Cataguases e que a Secretaria de Cultura e Turismo crie o departamento. O grupo aguarda agora a decisão do MP. A historiadora também revelou que o presidente da Câmara, Michelângelo Correa e a vereadora Maria Ângela Girardi, apoiam o projeto e assinaram o pedido ao Ministério Público.


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
17 Domingo
18 Segunda
19 Terça
20 Quarta
21 Quinta
22 Sexta
23 Sábado
Econômica FarmaCenter Cataguases II Droganova São Francisco N. Sra. Aparecida Brasil
Drogaria da Vila N. Sra. Rosário Silveira Farmanossa Cataguases Campinho São Mateus