quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Coordenador do Núcleo de Controle de Endemias explica excesso de pernilongos na cidade

Falta de chuvas e as altas temperaturas desta época do ano são os motivos do grande número de pernilongos na cidade, já que estes fatores ajudam na formação de criadouros, sobretudo nas margens dos córregos que cortam Cataguases. Percebendo o problema, a Prefeitura tem promovido diversas iniciativas em várias regiões da cidade para eliminar os criadouros e manter o controle da população dos mosquitos do gênero Culex, os chamados pernilongos. Capinas, vigilância dos agentes de saúde, notificações, limpeza de córregos e terrenos são alguns exemplos destas intervenções.

O coordenador do Núcleo de Controle de Endemias da Prefeitura de Cataguases, Célio Vieira, explicou que a utilização do chamado “Fumacê” não pode ser aplicada neste momento. “Esse recurso só pode ser usado com a autorização do Governo Estadual ou do Ministério da Saúde, que libera em caso de epidemia após o excesso de notificações. O uso do gás do Fumacê só deve ser feito em situações extremas, pois ele não mata apenas os pernilongos, mas afeta também outros insetos. Seu uso em excesso implica em diversas consequências, como por exemplo, o desequilíbrio ambiental, e os mosquitos podem ficar mais resistentes”, disse.

Célio dá dicas à população para evitar a presença indesejada dos pernilongos dentro de casa. “Fechar a casa às 15 e abrir após às 8 horas, já que os pernilongos são insetos de hábito noturno; instalação de telas nas janelas; uso de inseticidas; evitar água parada e usar os repelentes são algumas atitudes que mantém os pernilongos afastados ”, observou.

O coordenador pede o apoio da população no combate aos mosquitos e diz que a união de todos soluciona o problema. “Não podemos deixar água parada em hipótese alguma. As pessoas devem verificar objetos como pneus, lonas, calhas e se as caixas d’água estão bem tampadas. Hoje, 90% dos mosquitos são gerados dentro de casa, porque a população ainda não se conscientizou de sua participação no combate aos criadouros. Todos devem se unir e fazer sua parte. Só assim vamos conseguir eliminar esses problemas”, concluiu.

Fonte: Prefeitura de Cataguases

2 comentários :

  1. Simples assim:mas como fazer com vizinho que junta lixo em casa até no teto,cachorros defecando,água parada, etc. Moscas, mosquitos, pernilongos, ratos, baratas, é o que mais tem, fora o mau cheiro insuportável. Há 3 meses pedindo socorro (inclusive abaixo-assinado) aos órgãos competentes da Prefeitura e nada. Então, o que me diz???

    ResponderExcluir
  2. Eu faco a mesma pergunta da Marlene pois tenho o mesmo problema. 3 cachorros na área do segundo andar .

    ResponderExcluir

Whatsapp Mídia Mineira
Farmácias de Plantão em Cataguases
19 - Domingo 20 - Segunda 21 - Terça 22 - Quarta 23 - Quinta 24 - Sexta 25 - Sábado
Coimbra Econômica FarmaCenter Cataguases II Droganova São Francisco N. Sra. Aparecida
Aeropharma Drogaria da Vila N. Sra. Rosário Silveira Farmanossa Cataguases Campinho