quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Quimioterapia e tratamento oncológico em Cataguases começa a ser realizado sob nova gestão em 1º de novembro

Foto: Reprodução Internet
O médico mastologista, Dr. Bruno Eduardo Pereira Laporte, anunciou nesta quarta-feira (11), por ocasião de uma palestra no Lions Clube, a criação de um Centro de Oncologia em Cataguases, gerido pelo Hospital de Cataguases em parceria com uma empresa de Juiz de Fora que assumirão os serviços no município mantendo assim o credenciamento de oncologia para o Hospital de Cataguases. O anuncio vem de encontro com o que o Site Mídia Mineira já havia noticiado, no dia 30 de agosto deste ano dando conta de que o Instituto Oncológico entregaria o serviço para o Hospital e põe fim a uma novela que tirou o sono de muitos munícipes após a notícia de que o Hospital de Cataguases perderia o credenciamento e que o tratamento de oncologia poderia não mais ser realizado no município.


O anuncio de que a oncologia ficará em Cataguases foi feito pelo Dr. Bruno Laporte em evento do Outubro Rosa  na
sede do Lions Clube em Cataguases

O médico disse que Cataguases estava abrindo mão de uma “joia” e explicou que o Hospital Universitário de Juiz de Fora pleiteia esse credenciamento há cinco anos e até o momento não conseguiu.

Conforme apurou a reportagem, o contrato do Hospital de Cataguases foi rescindido com o Instituto Oncológico que permanecerá até  o dia 28 deste mês. Hoje, com a saída do Dr. Vinicius da Costa Klein no dia 31 de agosto após passar em um concurso em Leopoldina, o Instituto, que não quis contratar outro oncologista, tem realizado a quimioterapia em Juiz de Fora, transportando os pacientes por conta própria em uma Van. 


Dr.Bruno Laporte.
Foto:Reprodução Mesa de Debates / TVE Juiz de Fora
Em entrevista para o Site Mídia Mineira, o médico explicou que um esforço entre a Mesa Diretora do Hospital, o terceiro setor e a Prefeitura de Cataguases proporcionou a continuidade do serviço que terá inicio no dia primeiro de novembro.  Ele ressaltou que esta foi uma conquista enorme para o povo de Cataguases, embora o serviço tenha sido gerido a contento até o momento pelo Instituto Oncológico 9 de Julho de Juiz de Fora essa nova fase irá trazer um grande ganho para o município. 

“O serviço de oncologia da cidade de Cataguases era gerido pelo Instituto oncológico, que com muito afinco, muito cuidado fazia todo o tratamento, mas, a grande novidade o grande presente de Cataguases nesse Outubro Rosa é que a gestão, a posse e a realização de qualquer serviço de oncologia em Cataguases serão feitos agora pelo Hospital de Cataguases. Isso vai gerar muito valor para comunidade, vai gerar muito valor para o hospital e vai permitir com que as mulheres e homens de Cataguases e região, que por ventura precisem fazer qualquer tipo de tratamento oncológico possam fazer aqui, sem ter que pegar um carro, sem ter que andar 100 ou 200 quilômetros pra se tratar”, disse o médico.


Dra. Milena Ribeiral Matos, será a
responsável pela oncologia
Foto: Site Pauta Econômica
Laporte salientou que o serviço de oncologia de Cataguases é 100% do Hospital de Cataguases, ou seja, pertence a cidade de Cataguases, mas que o Hospital, notando a necessidade de profissionais com expertise na gestão em oncologia, fez uma parceria com uma empresa de Juiz de Fora que irá fazer a gestão do serviço. Esta empresa tem à frente três profissionais: ele, Dr. Bruno Laporte, a oncologista clínica Dra. Milena Ribeiral Matos (que é cataguasense) e um radioterapeuta. “São pessoas com grande experiência em implementação e realização em serviços de oncologia”, disse.

De acordo com o médico, em Cataguases, será implantado muito mais do que já vinha sendo realizado no Município, com um atendimento integral ao paciente com qualidade técnica comparável a grandes centros como Rio e São Paulo, com psicólogos, nutricionistas, assistentes sociais, entre outros profissionais em seus quadros, proporcionando um tratamento mais humanizado. 

O funcionamento do Novo Centro Oncológico de Cataguases, será no mesmo local, mas Laporte lembra que o serviço será totalmente diferente: “Apesar do mesmo local, é um serviço diferente, com uma concepção diferente, uma filosofia diferente, buscando uma excelência técnica e um olhar humanizado. Tenho que também ressaltar o apoio da prefeitura em disponibilizar o imóvel para realização desse empreendimento e também em disponibilizar uma série de ações via Secretaria Municipal de Saúde para implementação do serviço de oncologia do Hospital de Cataguases”.


Fundação Cristiano Varella

Em relação a opção de trazer um braço da fundação Cristiano Varella para Cataguases, o médico explicou que embora seja uma fundação bastante conhecida e de excelência, manter o credenciamento no Hospital de Cataguases é de extrema importância para a população, pois todas as cirurgias de câncer pelo SUS não poderiam mais ser realizadas em Cataguases, qualquer paciente que tivesse que ser submetido a uma cirurgia teria obrigatoriamente que ir para outra cidade. “Manter o credenciamento em oncologia é uma conquista enorme e o Hospital de Cataguases, a Mesa Diretora do Hospital de Cataguases, a Prefeitura de Cataguases, a comunidade, a imprensa de Cataguases e todos que se mobilizaram para que isso não acontecesse estão de parabéns pela conquista”, ressaltou.


Descredenciamento

Diante da possibilidade do Hospital assumir o serviço e com a saída do Instituto Oncológico, a Mesa Diretora do Hospital de Cataguases, juntamente com o Secretário de Saúde, Eliermes Teixeira, se mobilizaram para interromper o processo de descredenciamento.

Conforme o secretário Eliermes Teixeira, na última reunião da Comissão Intergestores Bipartites – CIB SUS, que ocorreu no dia 20 de setembro último, em Belo horizonte, com a possibilidade do Hospital assumir os serviços, ele solicitou a paralisação do processo de descredenciamento que foi aceito.

Um grupo de trabalho foi montado para analisar e cumprir as exigências do Termo de Ajustamento de Conduta – TAC firmado entre Prefeitura, Hospital e Ministério Público e a primeira reunião deste grupo, composto por representantes do Hospital, da Secretaria de Saúde e da Empresa de Juiz de Fora, aconteceu ontem, quarta-feira (11), sendo muito produtiva. O secretário explicou que exigências como a criação de uma equipe multidisciplinar e o fluxo regulatório por parte da Secretaria de Saúde, agora já poderão ser cumpridas. Segundo informou, para cumprir todas as exigências levantadas pelo DENASUS foi estipulado um prazo de 8 meses mas que todos acreditam que em 30 dias todas as exigências serão cumpridas. 

Eliermes também explicou que provavelmente, em 60 ou 90 dias, o município deverá receber uma visita de representantes do SUS para nova avaliação. 

Dr. Bruno Laporte também falou sobre o que foi divulgado em relação ao número de cirurgias oncológicas onde foi passado que das 600 cirurgias exigidas pelo SUS por ano, o Hospital estaria realizando apenas 40. Segundo ele, o número passado não corresponde a realidade, pois um levantamento do Hospital de Cataguases, mostrou que só ele realizou nos últimos doze meses 80 cirurgias oncológicas dentro de Cataguases. “Esse número de cirurgias oncológicas em Cataguases é muito maior do que foi divulgado em uma análise prévia”, completou.


Futuro

Embora se esquivando de promessas futuras, o médico não desconsiderou outros serviços que poderão vir a reboque e serem oferecidos em Cataguases no futuro, como cirurgias plásticas e até mesmo o serviço de radiologia. A intenção inicial será atender Cataguases com um serviço de qualidade e posteriormente envolver as secretarias de saúde dos municípios vizinhos.

“Com certeza tem muito que se avançar, tem muito que ser conquistado e esse acesso do paciente a cirurgia não apenas a possibilidade de ser operado, mas de ser operado em um tempo curto, porque a gente sabe que em câncer, tempo é vida. Então, todo esse trabalho está sendo feito junto ao Hospital e junto a Secretaria Municipal de Saúde de Cataguases e num futuro próximo com as outras secretarias para disponibilizar para toda a comunidade da nossa região um atendimento humanizado, de excelência e rápido”, finalizou.


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Whatsapp Mídia Mineira
Farmácias de Plantão em Cataguases
22 - Domingo 23 - Segunda 24 - Terça 25 - Quarta 26 - Quinta 27 - Sexta 28 - Sábado
Droganova São Francisco N. Sra. Aparecida Brasil Sta Tereza Econômica II Atlas
Farmanossa Cataguases Campinho São Mateus Silveira II Silveira (vila) Vasconcelos