quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Hospital de Cataguases inaugura novo Centro de Oncologia






Foi inaugurado oficialmente, na manhã desta quarta-feira (1º), o novo serviço de oncologia em Cataguases.

A cerimônia de inauguração contou com inúmeras autoridades e lideranças políticas: vários vereadores; a gerente regional de Saúde, Aline Santos de Almeida Prado; o secretário municipal de Saúde, Eliermes Teixeira; representantes da Mesa Diretora e do Conselho do Hospital de Cataguases, o prefeito Willian Lobo e seu vice, Tita Lima, médicos e profissionais da área.

Eliermes Teixeira, secretário municipal de Saúde, destacou os problemas enfrentados para manter o credenciamento diante dos dados técnicos que eram passados mostrando que o serviço em Cataguases não estava satisfazendo e o esforço de sua pasta, juntamente com a Gerência Regional para paralisar o processo de descredenciamento antes da decisão final do Ministério da Saúde.

O prefeito Willian Lobo agradeceu ao provedor do Hospital de Cataguases, Bill Crepaldi, pelo esforço, colocou a prefeitura a disposição para ajudar no que for preciso pois lembrou que desde o início quando recebeu a notícia, procurou fazer o possível para manter o serviço na cidade e destacou o momento difícil que os municípios tem passado, com a apropriação do ICMS e do Fundeb pelo Governo do Estado, ressaltando que quando o Hospital assume um serviço desse, tem a responsabilidade de cumprir com os compromissos mas acaba ficando dependente dos repasses do governo, um governo que não está próximo da população pois quem fica na linha de frente sempre é o hospital e a prefeitura, mas que a população precisa do serviço e não pode ficar desassistida. "Em momento algum deixamos de trabalhar, nós temos muita esperança e é nos momentos de crise que surge a criatividade, no momento em que foi levantado anteriormente o serviço oncológico e foi detectado falhas, com essas falhas nós estamos hoje em outra fase. Enquanto muitos pensaram que ia fechar, que ia acabar, foi sentado, diagnosticado e hoje a população de Cataguases e região volta a usufruir de um serviço de maior qualidade ainda", disse.

Maria Inês Dal Bianco, supervisora do hospital e paciente da oncologia, fez um pronunciamento demonstrando muita alegria em poder ver concretizado o serviço em Cataguases. "Eu tenho certeza que a gente está iniciando agora um novo serviço, com uma nova cara com pessoas com vontade de acolher e é o que a gente precisa aqui, de acolhimento. Eu tenho certeza que esta equipe que está chegando a gente confia, a gente acredita e nós seremos equiparados aos melhores hospitais de tratamento em oncologia de nossa região e quem sabe do Estado?".

Padre Divani da Silva Freitas Neto, também falou sobre a importância da inauguração do serviço, lembrando da importância da fé e da religião junto com o tratamento de saúde e abençoou o local. "Isso é muito significativo para nós porque o que sustenta o ser humano, diante de suas limitações e seus dramas é justamente a fé e a esperança de um outro momento e creio que este momento aqui está acontecendo. O oncológico vindo para nossa região e em especial para o Hospital, ele está proporcionando a esperança e a vida para com aqueles que vivem a fragilidade de sua existência e eu quero parabenizar a iniciativa de todo o corpo do Hospital que se dedica e se empenha e parabenizar a nossa cidade por esse momento significativo que aqui estamos vivendo." 

O provedor do Hospital Wilson Crepaldi Junior, o Bill, fez um breve relato sobre todos acontecimentos, desde a auditoria do Denasus até a decisão do hospital em abrir mão do credenciamento. "Eu tive duas opções, eu fui levado para a beirada do abismo e foi me dito: Você pula ou eu te jogo? Nessa atitude de pular, eu imaginei e parece que realmente hoje eu posso confirmar que nós concretizamos aquilo que nós pensamos. Apareceram uns tentáculos e sustentaram a minha queda, eu não me esborrachei como achei que fosse acontecer", contou. Bill ressaltou a alegria em conseguir resolver tudo de forma amena sem ser necessário levar a questão para a justiça. "Ao invés de correr do problema nós corremos para o problema e abraçamos o problema. Nós sabemos do custo disso, estamos começando um serviço que inicialmente ainda é deficitário, ele vai nos dar um prejuízo no mês, nós temos consciência disso mas nós também temos consciência que vamos conseguir suplantar tudo isso ai.". O provedor também agradeceu a uma lista de pessoas que contribuíram para que o serviço permanecesse.

Dr. Bruno Laporte, um dos gestores da empresa que irá gerenciar o oncológico, disse que em um primeiro momento serão utilizadas as instalações do antigo Instituto, mas que essa não será a futura cara do serviço de oncologia do Hospital de Cataguases. "A gente quer que vocês entrem aqui e sintam que estão em um centro de referência em oncologia tão bom quanto qualquer outro centro de oncologia do país [...] Tão bom que a gente vai buscar todo dia ser melhor e sabe o que é mais gostoso disso? A gente vai tentar ser melhor atendendo ao SUS, atendendo a quem precisa", ressaltou. Laporte também comunicou que junto ao atendimento do SUS, o Hospital de Cataguases também irá lançar um serviço de oncologia privado para que as pessoas que tem convênio também fiquem na cidade. Outra novidade anunciada pelo médico foi o serviço de Hematologia que passa a ser oferecido pelo novo centro através da Dra Juliana.  Ele também destacou que o novo centro contará com uma equipe multidisciplinar, que as pessoas acometidas pelo câncer irão passar no momento da consulta com o oncologista por outros profissionais, como nutricionista, psicólogo e assistente social. "É um grupo enorme que está por trás para oferecer para estas pessoas o que há de melhor no critério técnico e no critério humano. Eu tenho certeza que nós poderemos garantir para vocês que qualquer pessoa de Cataguases que por acaso venha a ser tratado conosco, vai fazer a mesma coisa, o mesmo tratamento mas com um olhar totalmente diferente, com uma humanização totalmente diferente que ela faria se estivesse no Rio, São Paulo, Einstein, Sírio, Rede D'Or, porque aqui, além de fazer o que tem de melhor técnico a gente está do lado, a gente está pegando na mão, a gente sabe o nome de cada um, sabemos da jornada, das dificuldade e da necessidade daquela pessoa". O médico ressaltou ainda que com a ajuda da comunidade e das empresas do município o Hospital de Cataguases ainda irá melhorar muito.

Na visita as dependências, Dr. Bruno Laporte disse que todos os móveis serão trocados e que embora as estruturas sejam adequadas, a empresa irá contratar arquitetos para adequar as instalações aos critérios técnicos exigidos pela oncologia para que o paciente se sinta mais acolhido e a vontade com o tratamento.

A médica que ficará responsável pelo tratamento oncológico em Cataguases, Dra. Milena Ribeiral Matos, que é cataguasense e estava fazendo especialização em São Paulo, falou para o Site Mídia Mineira sobre o serviço: "Em primeiro lugar será um serviço com uma amostragem um pouco diferente, não só tecnicamente mas um olhar um pouquinho mais humanizado. A gente vai tentar re-acolher o pessoal de Cataguases para facilitar em relação ao transporte, para ser um tratamento menos comprometedor possível com a maior qualidade desenvolvida. A gente vai tentar implantar uma equipe multiprofissional, isso já vai estar desde o início, com nutricionista, psicólogo e assistente social, e fazer fora, incentivar a população ao trabalho voluntário, acho que realmente será criar junto ao Hospital um serviço que possa ser referência não só na cidade como em toda região com o melhor que a gente puder fazer no tratamento associado a um trabalho mais humanizado, voltado realmente para o ser humano."

A dra. Juliana Guimarães Abreu, também falou para nossa reportagem sobre o novo serviço de hematologia (especialidade médica que se dedica ao estudo da fisiologia e patologia do sangue, da medula e dos gânglios linfáticos) que será implantado na cidade. Ela explicou que tanto os serviços da hematologia benigna que trata das afecções que não estão ligadas ao câncer como da hematologia oncológica que trata dos linfomas leucemias e outros tipos afins. "A gente vai estar trazendo esse serviço para Cataguases no intuito de se tornar referência não só municipal mas regional. Vai ser um serviço de excelência com base em um trabalho muito bem feito, na humanização, em uma equipe multidisciplinar para oferecer isso aos pacientes a ponto dos pacientes quererem permanecer na cidade e não sair para se tratarem em outro lugar, essa é a nossa meta", disse.



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Whatsapp Mídia Mineira
Farmácias de Plantão em Cataguases
19 - Domingo 20 - Segunda 21 - Terça 22 - Quarta 23 - Quinta 24 - Sexta 25 - Sábado
Coimbra Econômica FarmaCenter Cataguases II Droganova São Francisco N. Sra. Aparecida
Aeropharma Drogaria da Vila N. Sra. Rosário Silveira Farmanossa Cataguases Campinho