sábado, 16 de dezembro de 2017

Mototaxista é vítima de golpe em Cataguases

Uma mulher que se dizia ser de Manhuaçu, envolveu um mototaxista de Cataguases em uma tentativa de golpe na Caixa Econômica Federal, na tarde desta sexta feira (15).

Conforme o mototaxista, uma mulher branca, estatura mediana, cabelos castanhos, aparentando aproximadamente 39 anos, ligou para ele na hora do almoço, pedindo para que ele a encontrasse próximo ao laboratório do Hospital de Cataguases. No local, ela pediu que ele fosse até a agência da Caixa, no centro da cidade, para pegar um talão de cheques, alegando que não poderia sair do local pois estaria na fila para ser atendida no laboratório. De posse de uma procuração o mototaxista foi até a agência.

Na agência, o caixa desconfiou da assinatura e pediu para que o mototaxista fosse até a gerente. Em conversa com a gerente, os dois resolveram ligar para a polícia, desconfiados de que se tratava de um golpe. Após conversa com o policial, o mototaxista combinou de levar a polícia até a mulher que estava aguardando. Ao se aproximar do local, no entanto, como a viatura chegou com o giroflex ligado, a mulher não apareceu. Mais tarde ela ainda teria ligado para o mototaxista, para dizer que não era boba e confirmar que o estaria usando como "laranja".

A Ocorrência foi registrada pela Polícia Militar. Qualquer informação que possa localizar a mulher, pode ser repassada anonimamente pelo telefone 190.

2 comentários :

  1. Chegar de surpresa com giroflex ligado!!!!KKKKKKK Faz me rir.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns a polícia queria prender a mulher mesmo.
    Chegar com o giro ligado

    ResponderExcluir