quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

A exemplo de Cataguases, Copasa fará o tratamento de esgoto em Ubá

A prefeitura de Ubá anunciou que assinou contrato de Prestação de Serviços Públicos de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário com a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (COPASA), no final de dezembro de 2017. A vigência do contrato será de 30 anos, nos termos do Convênio de Cooperação firmado junto ao Estado de Minas Gerais.


Para a implementação do serviço de esgotamento sanitário no município, cerca de R$ 150 milhões serão investidos pela Copasa, em 10 anos. Além dos investimentos em infraestrutura e serviços, o contrato de programa também prevê o pagamento ao município, ainda este ano, de indenização sobre o conjunto de equipamentos e tubulações já existentes, no valor de R$ 11 milhões e repasses mensais da Receita Operacional Líquida da empresa ao Fundo Municipal de Saneamento, nos valores de 2% no período de 2017 até 2022, de 2,5% entre 2023 e 2027 e de 3% entre 2028 e 2047.

“Este é um momento histórico para o município. Não podíamos mais esperar para solucionar o problema do esgoto em Ubá. Até 2020 o Rio Ubá estará limpo, com todos os seus afluentes sem esgoto e o esgoto devidamente tratado. Assinamos este contrato com a satisfação de estarmos cumprindo um compromisso firmado em nosso Plano de Governo. Ubá só tem a ganhar em qualidade de vida. Pesquisar comprovam que a cada R$ 4 investidos em Saneamento Básico cerca de R$ 12 não precisam ser gastos na Saúde”, declarou o Prefeito Edson Teixeira Filho.

O anúncio foi feito em coletiva de imprensa realizada no gabinte, onde o prefeito detalhou, ainda, o andamento de algumas das ações da Copasa para superação da crise hidríca em Ubá. “ As obras de adução e transposição de águas do Rio dos Bagres já foram contratadas. A ação representa um investimento de mais de R$ 27 milhões e a previsão de conclusão é de cerca de 6 meses. Além disso, 12 novos poços já estão sendo prospectados, sendo que um deles já está em fase de perfuração pela empresa no município”, explicou Edson.

O tratamento de esgoto será uma realidade em Ubá até 2020 e representará um salto de qualidade de vida para toda a população. “Em 2018, serão totalmente concluídas as etapas de projeto executivo, licenciamento ambiental, desapropriação e licitação para a implantação do serviço de tratamento de esgoto. As intervenções de construção de rede coletora, de interceptores, de estação elevatória, de linhas de recalque e das estações de tratamento de esgoto serão iniciadas já no próximo ano e concluídas até 2020. Este cronograma será permanentemente fiscalizado pela Prefeitura, através de uma comissão de obras, presidida por mim”, finalizou o prefeito.


O Contrato de Programa para Prestação de Serviços Públicos de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário está disponível no site da Prefeitura de Ubá. Parte dos compromissos firmados no acordo foram negociados e conquistados a partir das sugestões apresentadas nas consultas e na audiência pública realizadas em agosto deste ano.

Para acessar o contrato da Copasa assinado pela prefeitura de Ubá, clique aqui.


Com informações e foto da Prefeitura de Ubá 

2 comentários :

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, que tratamento de esgoto que existe em Cataguases?

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk nao tem tratamento aqui nao

    ResponderExcluir