Enviar para imprimir ou salvar PDF

quarta-feira, 7 de março de 2018

Câmara de Cataguases homenageia 18 mulheres pelo Dia Internacional da Mulher

A Câmara Municipal de Cataguases realizou, nesta terça-feira (6), Sessão Solene em homenagem ao Dia Internacional da Mulher que será comemorado amanhã 8 de março. A sessão foi presidida pela vereadora Maria Ângela Girardi. 

Foto: Anderson Moura / Rota 33

"Falar sobre a mulher é sempre um convite à poesia, músicos, poetas, escritores, se rendem a mulher, exaltam sua figura, sobram elogios à grandeza da maternidade, a delicadeza dos traços e a sensualidade de cada uma. Até o infortúnio típico da TPM - E como sei disso -, tende a ser encarado com leveza... Mas nem tudo são flores quando o tema é a condição da mulher e seu papel na sociedade contemporânea.  Temos o contraditório e o contraditório em se tratando da mulher é daltônico, pouco para se louvar. Embora sejam 52% da população mundial estimada em 7,6 bilhões de pessoas, as mulheres - a despeito de todas essas homenagens - são minoria, em pleno século XXI. Mesmo com toda luta empreendida até aqui a condição da mulher no Brasil não chega nem perto do mínimo necessário. Treze mulheres morrem por dia assassinadas por seus companheiros, amigos ou namorados. Eu acredito, pensando em fazer esse texto, que é uma sensação de que o corpo não pertence a elas, de que esse corpo é público e se é público, ele pode ser apropriado, inclusive por meio da violência. Uma mulher no Brasil é estuprada a cada onze minutos. Como pode uma mulher receber 30% menos que o homem ocupando cargo semelhante? Situação bem confortável acredito eu, de muitas das nossas organizações, pois sabe-se que muitas das vezes as mulheres desempenham o mesmo, ou melhor, papel e custam menos. Como eu disse, não nos faltam Leis, faltam fiscalizações. Se somos a maioria da população do mundo (52%) não faz sentido não participarmos desse universo. Como mudar esse quadro? Como mudar essa discriminação? Não temos dúvida de que a presença da mulher na política pode contribuir para mudança desses índices, pode facilitar a construção de políticas públicas que promovam igualdade e equidade de gêneros. Além disso, a presença da mulher na política reforçam os conceitos de transparência, diálogo e preocupação com o bem comum", disse a vereadora Maria Ângela, única mulher no legislativo municipal. Ela também convidou as mulheres a estarem juntas em uma reunião que ela marcou com o prefeito para o dia 8 às 16 horas onde pretende levar sugestões para a melhoria da saúde da mulher no município.


As homenageadas da noite foram:
A secretária municipal de Desenvolvimento Social, Mirilane
Licazali Caetano foi homenageada pelo vereador Thurran.
Foto: Anderso Moura / Rota 33

  • Suely de Fátima Ribeiro Abranches e Tereza Riguini Mota pelo vereador Gilmar Canjica;
  • Solange Rosa de Sousa Oliveira pelo vereador Betão do Remo;
  • Lucy da Silveira de Resende pelo vereador Hercyl Neto;
  • Marilene Aparecida de Oliveira e Mirilane Licazali Caetano pelo vereador Henrique Thurran;
  • Solange Aparecida Martins Eugênio Munerão pelo vereador Betão do Areão;
  • Maria José Gomes Mendonça pelo vereador Sargento Jorge Roberto;
  • Maria Ferreira Fritz pelo vereador Marcos Costa;
  • Geni América Soares Ferreira de Oliveira pela vereadora Maria Ângela Girardi;
  • Maria Antônia Couto Spíndola pelo vereador Mauro Ruela;
  • Sandra Rodrigues Lima Spíndola pelo vereador Michelângelo Correa;
  • Josemara Vieira Gonçalves pelo vereador Paulo Milani;
  • Maria Aparecida Reboredo pelo vereador Rafael Moreira;
  • Luciana Mendonça Dias Duarte e Márcia Menezes Mendonça Montes pelo vereador Ricardo Dias;
  • Neuza Aparecida Ribeiro Martins pelo vereador Rogério Ladeira;
  • Odete Dias Martins pelo vereador Vinícius Machado.


Um comentário :

  1. Sem representatividade classita, nao temos nem uma mulher da área da segurança sendo homenageada. " Mulheres da Policia Militar, Policia Civil,Sistema Prisional e Corpo de Bombeiro Militar".

    ResponderExcluir