Enviar para imprimir ou salvar PDF

terça-feira, 13 de março de 2018

Polícia procura estelionatário que aplicou golpes em Cataguases, Leopoldina e região

A polícia procura por um homem suspeito de aplicar golpes em estabelecimentos comerciais de Leopoldina e região. De acordo com a Polícia Militar, na última semana ocorrências foram registradas em Três Rios e Paraíba do Sul.

O Modus operandi é sempre o mesmo, o criminoso chega ao comércio sozinho simulando diálogo ao telefone com o proprietário do estabelecimento e em seguida diz ao funcionário do local para lhe repassar uma quantia em dinheiro com a autorização do dono. Segundo os registros, o homem geralmente afirma que é o dono do imóvel alugado para a empresa e o valor se refere a pagamentos oriundos deste contrato. 

Ocorrências já foram registradas em Leopoldina, Cataguases, Muriaé, Ubá, Juiz de Fora, Betim, além de cidades do Rio de Janeiro como Três Rios e Paraíba do Sul. 

Em fevereiro deste ano o homem fez uma vítima em Juiz de Fora, na Avenida Getúlio Vargas. Na ocasião o estelionatário disse a uma vendedora que precisava receber uma quantia em dinheiro referente a pendências contratuais e após simular vistoria em um vazamento no local disse à funcionária que o patrão teria ordenado que ela lhe entregasse uma quantia. Ele pegou um envelope com o valor em dinheiro não divulgado e foi embora. Após contato com o proprietário do estabelecimento a vendedora percebeu que se tratava de um golpe. 

Em 2017 o mesmo homem tentou aplicar um golpe em uma loja de roupas na Rua José Peres, em Leopoldina, porém a funcionária não lhe repassou nenhuma quantia. Durante averiguação foi constatado que ele teria furtado cerca de R$ 300,00 em produtos e fugido em um VW/Golf. No mesmo dia ele teria levado a quantia de R$ 930,00 de um comércio na Cotegipe, também em Leopoldina, após dizer que já teria conversado com a proprietária do local e a mesma teria autorizado que o valor fosse repassado a ele. Em Betim o Modus operandi do indivíduo foi o mesmo. 

A Polícia Militar alerta aos comerciantes que fiquem atentos com este tipo de golpe. Quem tiver mais informações sobre a localização do suspeito pode ligar para o 190 ou para o número 181 (Disque Denúncia). Em nenhuma das ligações o denunciante precisa se identificar.


Câmeras de circuito interno de segurança flagraram o rosto do indivíduo em diferentes ocorrências.

Fonte: O Vigilante Online



Um comentário :

  1. Ele apareceu aqui na minha loja de Macaé, hoje, 27/03, pedindo 1800 reais.

    ResponderExcluir