Enviar para imprimir ou salvar PDF

sábado, 5 de maio de 2018

Polícia Civil identifica terceiro suspeito de cometer sequestro e cárcere privado em Juiz de Fora

A Polícia Civil de Minas Gerais identificou um terceiro suspeito, de 29 anos, de praticar crimes de lesão corporal, violação de domicílio, ameaça, sequestro e cárcere privado em desfavor de uma mulher de 37 anos, no dia 12 de março, em Juiz de Fora. Ele já se encontra na Unidade Prisional em virtude de um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça a pedido da Delegada Ione Maria Moreira Barbosa, responsável pelas investigações na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher.

Na época, junto com o investigado, outros dois homens também invadiram a residência da vítima, no Bairro Linhares, mediante ameaças e agressão. Entre eles, um homem de 33 anos e o ex-companheiro dela, de 28 anos, que teria cometido o crime por não aceitar o término do relacionamento. Na ocasião, ambos foram presos e encaminhados até a Delegacia Regional de Juiz de Fora, onde tiveram o flagrante ratificado pelos crimes de lesão corporal, violação de domicílio, ameaça, sequestro e cárcere privado. Eles foram conduzidos até a Unidade Prisional. As prisões foram convertidas para prisão preventiva a pedido da Delegada. “Os investigadores diligenciaram para identificar, qualificar e localizar o terceiro suspeito”, explicou a Delegada Ione Barbosa (Foto).


Conforme a Delegada, de acordo com uma das testemunhas, esse terceiro suspeito teria dado suporte à empreitada criminosa do ex-companheiro da vítima e do segundo autor. Ele teria sido a primeira pessoa a entrar na residência, invadindo o local e intimidando as pessoas. “Ele portava uma arma de fogo na cintura e a todo momento a exibia. Segundo as apurações, ele teria dado cobertura ao ex-companheiro da mulher para que ele conseguisse arrastá-la para fora de casa e, em seguida, colocar a vítima dentro de um carro e fugir”, contou.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Polícia Civil

Nenhum comentário :

Postar um comentário