quarta-feira, 16 de maio de 2018

Possível morte por Influenza está sob investigação em Cataguases

A vítima tinha 21 anos e estava grávida. Um segundo caso também está sendo investigado


Uma jovem de 21 anos, grávida de aproximadamente 7 meses, faleceu nesta terça-feira (15) no Hospital de Cataguases com suspeita de ter contraído o vírus Influenza.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) disse que o óbito encontra-se sob investigação pelo fato da jovem apresentar sintomas semelhantes à infecção causada pelo vírus influenza, mas não confirmou a causa morte uma vez que os resultados laboratoriais ainda não foram disponibilizados oficialmente para que a notificação e a investigação do óbito possa ser concluída, e para que a SMS possa confirmar ou não. 

A SMS informou ainda que a paciente recebeu assistência médica, farmacológica e laboratorial indicadas ao caso.

Na cidade, ainda existe uma segunda paciente internada no Hospital de Cataguases, moradora de Laranjal com suspeita de influenza "A". Existem três tipos do vírus Influenza, "A", "B' e "C", sendo o vírus influenza "A" responsável pelas grandes pandemias (A/H1N1 e A/H3N2) causador da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

O secretário municipal de Saúde, Eliermes Teixeira, pediu para que todas as pessoas que se enquadram no grupo de risco, procure o Posto de Saúde mais próximo ao seu bairro para tomar a vacina.

Devem ser imunizados idosos a partir de 60 anos, crianças de 6 meses a 5 anos incompletos, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais também devem ser imunizadas. Neste caso, é preciso apresentar uma prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle de doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) devem procurar os postos em que estão registrados para receber a dose, sem necessidade de prescrição médica.

Conforme o último Informe Epidemiológico da Gripe, divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), em Minas Gerais, até o momento, foram notificados 800 casos possíveis de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) causado por Influenza, sendo 458 (57,3%) com amostra coletada e processada. Destes, apenas 53 casos foram classificados como SRAG por Influenza. A SES confirma até o momento apenas duas mortes causadas por influenza em Minas, nos municípios de Paraguaçu e Uberlândia.


Na Zona da Mata, foram confirmados, até o momento, três casos em Juiz de Fora, dois em Visconde do Rio Branco, um em Ubá, um em Laranjal e um em Muriaé.

Confira abaixo a nota da Secretaria Municipal de Saúde de Cataguases na íntegra:

Nota influenza - Secretaria Municipal de Saúde de Cataguases

A influenza (gripe) ocorre durante todo o ano, mas é mais frequente no outono e no inverno, quando as temperaturas tendem a caírem. Algumas pessoas, como idosos, crianças, gestantes e pessoas com alguma comorbidade, possuem um risco maior de desenvolver complicações devido a influenza . A melhor maneira de se prevenir contra a doença é vacinar-se anualmente. Além da imunização através da vacina, as pessoas precisam estar atentas aos cuidados preventivos, como lavar as mãos com frequência com água e sabão ou utilizar álcool em gel, evitar locais fechados com grande aglomeração de pessoas, não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal, além de cobrir sempre o nariz e a boca ao tossir ou espirrar. 
A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe do ano de 2018 teve início no dia 23 de abril, e segue até o dia 1º de junho.
Este ano, a vacina disponibilizada pelo Sistema Único de Saúde vai proteger contra três subtipos de vírus, sendo eles o H3N2, o H1N1 e influenza B. Os grupos prioritários para a imunização são crianças de 6 meses a menores de 5 anos, idosos com 60 anos ou mais, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores da Saúde, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas na faixa etária entre 12 a 21 anos, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e professores das escolas públicas e privadas.
No município de Cataguases, a vacina contra a influenza está sendo disponibilizada no Centro Municipal de Imunização, nos postos de Saúde localizados nos bairros Guanabara, Leonardo, Granjaria, Pampulha, Paraíso, Haidée, Bandeirantes, Santa Clara, Beira-Rio, Centro, São Vicente, Sol Nascente, Thomé, Vila Reis e nos distritos de Sereno Vista Alegre.
No dia 15/05/2018 ocorreu um óbito de uma paciente gestante que se encontrava internada no Hospital de Cataguases com sintomas semelhantes à infecção causada pelo vírus da influenza, onde recebeu assistência médica, farmacológica e laboratorial indicadas ao caso. O óbito se encontra sob investigação, visto que os resultados laboratoriais ainda não foram disponibilizados oficialmente para que a notificação e a investigação do óbito possa ser concluída, sendo confirmada ou não.
É importante salientar que caso apresente sintomas como aparecimento súbito de febre, tosse ou dor de garganta, cefaleia, dores musculares e articulares ou dificuldades respiratórias, é necessário se dirigir ao serviço de saúde mais próximo para uma melhor avaliação e indicação do tratamento a ser realizado. 
Atenciosamente
Amanda S. de Souza Penha
(Coordenadoria de Vigilância em Saúde)


Nenhum comentário :

Postar um comentário