Enviar para imprimir ou salvar PDF

terça-feira, 8 de maio de 2018

Prédio da antiga delegacia de Cataguases irá abrigar Centro histórico e exposição sobre o Movimento Verde

A Prefeitura de Cataguases através da secretaria de Cultura e Turismo anunciou nesta terça-feira (8), que o antigo prédio da Delegacia de Polícia Civil que também serviu de cadeia, foi cedido para o município e passará a abrigar um Centro Literário, de informação histórica e de pesquisa, além de abrigar permanentemente uma exposição sobre o Movimento Verde. A Revista Verde foi um importante periódico mensal de arte e cultura que circulou durante os anos de 1928 e 1929 onde reuniu grandes nomes da literatura modernista e intelectuais de Cataguases e do Brasil. Pela primeira vez, uma publicação do interior foi palco do debate das vanguardas literárias no Brasil e projetou Cataguases.

O prédio, construído no início do século XX, está previsto para ser oficialmente entregue a administração municipal pelo secretário de Estado de Cultura, Ângelo Osvaldo, no dia 8 de junho deste ano. Um projeto para restauração do antigo prédio já está em fase final e deverá ser apresentado pelo secretário municipal de Cultura e Turismo, Fausto Menta, ao Fundo Estadual de Cultura para angariar recursos com a perspectiva de que a obra seja entregue no ano que vem.

O secretário Fausto Menta, lembra que é uma realização histórica, pois há muitos anos a cidade não ganha um novo espaço cultural e isso graças a conversas incansáveis entre ele e o secretário de Estado, sempre com o apoio do prefeito Willian Lobo. 


O secretário de Cultura e Turismo, Fausto Menta, destacou que
as parcerias que o Município vem conseguindo fazer
com o Governo do Estado e com a iniciativa privada vem
contribuindo para que os projetos se desenvolvam.
"É importantíssimo a gente ter mais um equipamento cultural no município o que contribui para democratizar o acesso da população à cultura. Nós acreditamos no poder transformador da cultura e ter um local perto de um movimentado ponto de ônibus onde circulam milhares de pessoas, facilitará ainda mais o acesso", disse Menta.

O secretário contou também que um dos objetivos de sua pasta será ter, na cidade, espaços específicos para bibliotecas, centros históricos, pesquisas e outros. "A gente começa a centrar em prédios. Começamos a contar com esse espaço da antiga delegacia, eu também tenho ideia de fazer do social um museu de artes plásticas para abrigar o nosso patrimônio artístico e cultural, na Chácara Dona Catarina um espaço para exposições de artes plásticas dos artistas locais e o cinema que é o nosso grande sonho vai englobar a produção audiovisual local e ao mesmo tempo a gente pode utilizar o segundo andar para exposição sobre arquitetura modernista e um ponto de informação turística principalmente para receber os alunos de arquitetura", disse.

Outro ponto destacado por Fausto são as parcerias que o Município vem conseguindo fazer com o Governo do Estado e com a iniciativa privada que vem contribuindo para que os projetos se desenvolvam.

O prefeito Willian Lobo ressaltou que investir na cultura sempre esteve entre as suas metas e que apesar de toda dificuldade que o Município vem encontrando, várias ações tem se materializado graças a um trabalho incansável e sem alarde da administração municipal. "Isso é resultado de um trabalho incansável de mais de um ano de conversação entre o secretário Fausto Menta e o secretário de Estado de Cultura, Ângelo Osvaldo, o qual se mostrou muito sensível a causa e a partir daí o Fausto e o Município de Cataguases pôde alertar ao Estado sobre outras cidades que estavam na mesma situação que a nossa e quem ganha é sempre a comunidade e as cidades", ressaltou.

Outras duas cidades em Minas também terão suas antigas delegacias transformadas em Centros Culturais: Passa Tempo e Prados.

Nenhum comentário :

Postar um comentário