Enviar para imprimir ou salvar PDF

quarta-feira, 25 de julho de 2018

15º Festival de Viola de Piacatuba e Gastronomia começa nesta quarta-feira

Evento acontecerá de quarta a domingo (25 e 29 de julho) e deve atrair cerca de 30 mil pessoas ao distrito de Leopoldina nos cinco dias de Festival

Foto: Festival de Viola e Gastronomia de Piacatuba / Divulgação

É no cenário de um belo e preservado casario com exemplares do século XIX, que o pequeno distrito Piacatuba vai receber milhares de turistas para mais uma edição do tão aguardado Festival de Viola e Gastronomia, que começa amanhã, dia 25, e segue até domingo, 29, com shows, circuito gastronômico e uma programação cultural para todas as idades. Produzido e coordenado por Maria Lúcia Braga, o Festival completa 15 anos de existência em 2018 e deve atrair cerca de 30 mil pessoas a Piacatuba nos cinco dias de evento.

Das tradicionais mostras nacional e regional sairão os vencedores do Festival 2018 e a premiação será igual para as duas etapas: 1º lugar: R$ 6.000,00, mais troféu; 2º lugar: R$ 2.500,00, mais troféu; 3º lugar: R$ 1.500,00, mais troféu e Melhor Violeiro: R$1.500,00, mais troféu. E como a música é a principal estrela do Festival, a produtora Maria Lúcia Braga escalou uma produção musical que promete noites memoráveis.

Da abertura, amanhã, até o encerramento, no domingo, um desfile de ritmos, estilos e performances celebrará a autêntica música de raiz, com vários artistas se revezando no palco de Piacatuba. A programação cultural inclui ainda uma variedade de cursos, oficinas, teatro infantil, exposição de artesanatos e um roteiro gastronômico com nove restaurantes e menus preparados especialmente para o Festival. A entrada é gratuita e para conhecer a programação basta cessar o site www.festivaldepiacatuba.com.br/cursos/oficinas

Nesta quarta-feira, quem abrirá a primeira noite de shows é a banda leopoldinense Rodrigo D’Sá & Os Serafins. Formada em 2016, a banda fará sua estreia no Festival prometendo animar o público com ritmos das grandes canções festivais como o xote, o baião, o frevo e, é claro, muita viola mineira. Em seguida, quem comanda o palco é a Banda do Síndico, formada por músicos que acompanharam o saudoso Tim Maia por mais de uma década. A banda é um sucesso por onde passa, agrada a todas as gerações e, em Piacatuba, a expectativa é de show dançante, com músicas das décadas de 70, 80 e 90.

Na quinta-feira, dia 26, a animação ficará por conta da dupla Oswaldinho e Marisa Viana. Com repertórios próprios ou do cancioneiro popular, a dupla é famosa por apresentar arranjos que abordam temas ligados ao interior, suas tradições e histórias que contribuem muito para divulgação e valorização da cultura regional. Para fechar a noite, quem sobe no palco é um mineiro que costuma levar o público de Piacatuba ao delírio: Zé Geraldo. Premiado em inúmeros festivais, com mais de 30 anos de carreira, Zé Geraldo tem 16 discos lançados, duas de suas músicas foram temas de novelas da Rede Globo e é autor de "Milho aos Pombos", que o tornou  conhecido em 1981.

O terceiro dia de Festival, na sexta-feira, começará com o tradicional Cortejo dos Violeiros pelas ruas de Piacatuba, que abrirá espaço para as mostras regional e nacional, de onde sairão os campeões do Festival 2018. Em seguida, a Banda de Pau e Corda fará as honras da casa e a promessa é de levar ao público um animado show comemorativo dos 45 anos da banda, misturando música e poesia. Formada no Recife, a banda mantém a proposta de valorizar os ritmos nordestinos e é presença marcante no Carnaval e no São João de Pernambuco.

Para a última noite de shows, no sábado, a produção do Festival escalou três grandes artistas: Cícero Gonçalves, Yassir Chediak e Pereira da Viola. Vencedor da etapa nacional na última edição do Festival, o mineiro Cícero Gonçalves terá a oportunidade de se apresentar pela primeira vez em Piacatuba como artista convidado e fará as honras para a apresentação do violeiro, cantor e compositor Yassir Chediak.  Autor de trilhas sonoras, Chediak participou de novelas e seriados da Rede Globo, tem mais de 20 anos de carreira e é um dos responsáveis pela preservação da viola de 10 cordas, acrescentando um toque mais sofisticado ao instrumento e dando projeção internacional ao estilo. Em seguida, caberá ao cantador e violeiro mineiro Pereira da Viola, que costuma encantar o público pelo seu virtuosismo e carisma, fechar a noite de shows. Com estilo versátil e um repertório diversificado, Pereira da Viola é considerado pela crítica como um ícone da viola caipira. 

Produzido e coordenado por Maria Lúcia Braga, o Festival de Viola de Piacatuba e Gastronomia é patrocinado pela Energisa, tem o incentivo do Governo de Minas, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, e apoios da Fundação Cultural Ormeo Junqueira Botelho, Unimed, Sol e Neve, Academia Top Fit, Molé Fotografia e Prefeitura Municipal de Leopoldina.

Como Chegar

Piacatuba encontra-se a cerca de 20 quilômetros da cidade de Leopoldina, a qual está ligada por rodovias asfaltadas. O entroncamento rodoviário, trevo que dá acesso a Piacatuba, está localizado à altura do Km 8 da Rodovia Ormeo Junqueira Botelho, antiga Rodovia Leopoldina-Cataguases, próximo da Indústria Aurora Têxtil.

Veja a programação

Dia 25
Rodrigo D’Sá & Os Serafins
Banda do Síndico (Original Tim Maia) 

Dia 26
Oswaldinho e Marisa Viana
Zé Geraldo

Dia 27
Cortejo dos Violeiros
Etapa Regional e Nacional de Viola
Banda de Pau e Corda Cortejo

Dia 28
Cícero Gonçalves
Yassir Chediak
Pereira da Viola

Fonte: Assessoria de Comunicação do Festival

Nenhum comentário :

Postar um comentário