terça-feira, 24 de julho de 2018

Inscrições para o Fies terminam hoje (terça-feira, 24)

Até segunda-feira (23), 170.190 estudantes tinham se inscrito

Resultado será divulgado em 30 de julho - Foto: Arquivo/ MEC

Os interessados em aderir ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) ganharam um prazo extra. As inscrições para a edição do segundo semestre de 2018, que terminariam no último domingo (22), podem ser feitas até 23h59 de hoje, terça-feira (24). Até o início desta segunda-feira (23), o sistema já havia contabilizado 170.190 interessados. 

O Ministério da Educação (MEC) destacou que a mudança também afetou o restante do cronograma: o resultado da seleção, que seria disponibilizado nesta sexta (27), passou para a próxima segunda-feira (30), em chamada única. E os candidatos pré-selecionados na modalidade I, que precisam comprovar renda mensal familiar de até três salários mínimos, terão agora de 30 de julho a 3 de agosto para complementar as informações dadas quando se inscreveram. Só então podem efetivar a contratação do financiamento - antes, o período era de 27 a 31 de julho.

Sobre o Fies

Nesta edição do Fies, foram ofertadas 155 mil vagas, destinadas aos estudantes com renda per capita da família de até três salários mínimos por mês. Para se inscrever na página do Fies, é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, tirado nota acima de zero na redação e média igual ou superior a 450 pontos. 

O modelo de financiamento estudantil divide o programa em diferentes modalidades, oferecendo uma escala variável, de acordo com a renda familiar do candidato. Tanto o Fies quanto o P-Fies financiam cursos superiores não gratuitos e com avaliação positiva no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes).  


No caso do Fies, primeira modalidade, 50 mil vagas são destinadas a juro zero para os estudantes que tiverem uma renda per capita mensal familiar de até três salários mínimos. Já no P-Fies, criado no ano passado, são atendidos alunos com renda familiar de até cinco salários mínimos e a instituição financeira responsável depende da região do país em que o financiamento será concedido.

Fonte: Ministério da Educação 

Nenhum comentário :

Postar um comentário