quarta-feira, 18 de julho de 2018

Leopoldina: Motorista de ônibus é preso após agredir passageiro com necessidades especiais

Um motorista de ônibus foi preso após agredir um passageiro com necessidades especiais na manhã desta terça-feira (17) em Leopoldina.

Foto: O Vigilante Online
Conforme a Polícia Militar, que passava no momento em patrulhamento de rotina, os policiais se aproximaram do ônibus da Viação Leopoldinense que faz a linha Pedro Brito - Nova Leopoldina e estava parado na Avenida dos Expedicionários após perceberem que vários passageiros saiam correndo do  interior do veículo. Ao se aproximarem, os policiais depararam com um homem, de 54 anos, caído ao chão, com escoriações. 

Segundo a PM, na presença dos militares o motorista, de 44 anos, acertou dois socos na cabeça da vítima, jogando o passageiro novamente ao solo. A trocadora do ônibus foi ouvida pela Polícia Militar e informou que a vítima se encontrava no interior do ônibus quando uma senhora entrou naquele veículo e a funcionária pediu que o mesmo deixasse a passageira sentar ao lado dele. Ao ser atendida, ela percebeu que o motorista parou o veículo e sem saber o motivo efetuou a agressão. A vítima relatou que o condutor estava acelerando muito e que devido sua mãe se encontrar naquele veículo e se tratar de uma senhora de 78 anos, ele chamou a atenção do motorista, momento em que ele o agarrou e jogou do interior do ônibus no meio da rua, batendo com a cabeça no meio fio e o agredindo em seguida. Conforme a PM, a mãe da vítima confirmou a versão do filho e acrescentou que ele possui necessidades especiais. Ao ser ouvido pelos militares, o motorista relatou que parou o ônibus para chamar a atenção do passageiro pelo fato dele não ter atendido o pedido da trocadora e estar fingindo não ouvir. O condutor disse ainda que a vítima teria gritado e o chamado de 'babaca', tendo ele perdido a cabeça e agredido o passageiro. 

O motorista recebeu voz de prisão e foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil para as demais providências. O passageiro foi encaminhado para o Pronto-Socorro da Casa de Caridade Leopoldinense onde foi atendido pela equipe médica de plantão.


Procurada para comentar a assunto, a Viação Leopoldinense, empresa concessionária de transporte coletivo urbano de Leopoldina informou que, como a ocorrência ainda não havia terminado e todos estavam na Delegacia de Polícia, aguardaria maiores informações para se pronunciar a respeito do fato ocorrido. O empresário Waldir Teixeira declarou que a empresa não compactua com a atitude tomada pelo motorista e que tomaria todas as medidas cabíveis. 

Com informações e foto de O Vigilante Online

Nenhum comentário :

Postar um comentário