Enviar para imprimir ou salvar PDF

domingo, 4 de novembro de 2018

Enem 2018: saiba o que levar ou não para a prova

Além do material de prova (caneta de tinta preta e material transparente) é essencial que o candidato não se esqueça dos documentos. Carteiras de identidade digitais não podem ser usadas

Foto: André Nery/MEC
Os candidatos que farão as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 devem fazer, neste sábado (3), um último checklist antes do primeiro dia de provas, no próximo domingo (4).

Confirme se você está atento a todos os tópicos a seguir:

Caneta

O essencial para fazer as provas são a caneta tinta preta e material transparente e um documento oficial de identificação com foto.

Documentos

As opções de documento válidas são: carteiras de Identidade expedidas por secretarias de Segurança Pública, pelas Forças Armadas, pela Polícia Militar e Polícia Federal; Carteira de Trabalho e Previdência Social; passaporte; Carteira Nacional de Habilitação, com fotografia e identidade funcional.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) alerta que carteiras de identidade digitais não poderão ser usadas como documentação, pois a identidade é solicitada dentro da sala de provas, onde o uso de aparelhos celulares não é permitido.

Cartão de Confirmação da Inscrição

É aconselhável que o candidato leve impresso o Cartão de Confirmação de Inscrição. Lá, estão o local de prova, opção de língua estrangeira escolhida, entre outras informações específicas de cada participante.

Itens proibidos

Não é permitido entrar na sala de prova com borracha; caneta de material não transparente; corretivo; dispositivos eletrônicos (calculadoras, celulares, smartphones, tablets, ipods, gravadores, pen drive e relógios, por exemplo); fones de ouvido ou qualquer transmissor, gravador ou receptor de dados imagens, vídeos e mensagens; impressos e anotações; lápis; lapiseira; livros e manuais.


Quem estiver portando qualquer item não permitido deve guardá-lo em um envelope fornecido pela organização.

Fonte: Governo do Brasil, com informações
do Inep e da Agência Brasil

Nenhum comentário :

Postar um comentário