quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Luiz Ruffato e mais sete autores participam do 2º Encontrão Escrevendo com o Escritor em Cataguases


O 2º Encontrão Escrevendo com o Escritor começou nesta segunda-feira (19), em clima de alegria. Os escritores Luiz Ruffato, Renatta Barbosa, Marialva Monteiro, Alvaro Ottoni, Tadeu Costa, Lalau, Lili Balonecker e Eliardo França, junto com a sua companheira ilustradora, Mary França, estiveram nas escolas públicas de Cataguases e Leopoldina, onde tiveram contato com os estudantes e realizaram diversas atividades. Ao longo de aproximadamente dois meses, os alunos realizaram trabalhos em sala de aula com os livros desses autores.


À noite, no Centro Cultural Humberto Mauro, foi realizada a cerimônia de abertura do Encontrão com a presença de todos os escritores envolvidos no projeto. A professora da rede municipal de ensino e idealizadora do projeto, Andreia Toledo, iniciou o encontro, agradecendo a todos que contribuíram para o sucesso do projeto. Em seguida, o Grupo PERA, de Cataguases, levou os 200 expectadores a darem boas gargalhadas com a apresentação da peça “Histórias na Janela”, que tem como cenário a nossa cidade.

O evento prosseguiu com a apresentação de todos os escritores envolvidos no projeto e um bate-papo com Luiz Rufatto, Lili Balonecker, Eliardo França, Mary França e Marialva Monteiro, quando o público pôde fazer perguntas aos autores. A noite foi encerrada com o Programa Nacional de Incentivo à Leitura (PROLER) de Cataguases, que realizou contação de história e apresentação musical.

Para Andrea Toledo, o Encontrão deste ano está diferente das outras atividades realizadas por ela. “Esta edição está sendo especial. São 13 anos de projeto, é o 2º Encontrão e este está sendo distinto por conta do envolvimento das pessoas e do novo patrocinador, a Energisa. Os escritores se envolveram com o projeto, com as crianças e são ótimos. Meu muito obrigado a todos que contribuíram de alguma maneira”, disse.

Neste ano, o Encontrão levou o projeto a aproximadamente 4000 alunos da rede pública de ensino nas cidades de Cataguases, Leopoldina e Carangola. Desses, cerca de 1500 participantes são das escolas municipais cataguasenses. Esta edição tem o apoio da Prefeitura de Cataguases, do Polo Audiovisual da Zona da Mata, da Casa de Leitura, da Fundação Ormeo Junqueira Botelho, do Instituto Cidade de Cataguases, da Fábrica do Futuro, do PROLER Cataguases, do Grupo de Pesquisa, Educação e Mídia da PUC-Rio, da Universidade do Estado de Minas Gerais e das escolas envolvidas.


O Proler de Cataguases foi parceiro do projeto, levando oficinas às escolas municipais durante dois meses. A coordenadora do Programa, Flávia Lobo, ressaltou o envolvimento de todos para o êxito do “Encontrão”. “Foi uma experiência muito legal, pois as escolas abraçaram o projeto e nós temos muito a agradecer à Andrea Toledo por ter feito o convite para que participássemos do Encontrão. O envolvimento dos estudantes e das escolas com o projeto foi perfeito e o resultado muito bom. Nós precisamos unir forças pelas crianças porque eles saem ganhando com isso”, comentou.

O Encontrão Escrevendo com o Escritor é voltado para alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental das escolas públicas, fazendo uso das mídias digitais e das artes para estimular a leitura e a escrita entre os estudantes, com o objetivo de aproximá-los das obras lidas em sala de aula. Entre os dias 19, 20 e 21 deste mês, após terminado o trabalho pedagógico feito em sala de aula, os participantes têm a oportunidade de conhecer os autores num grande encontro com a comunidade escolar na culminância do projeto.


O ilustre cataguasense, Luiz Rufatto, participa do Encontrão com “A Verdadeira História do Sapo Luiz”, seu único livro infantil vencedor da 57ª edição do prêmio Jabuti na categoria infantil em 2015, a mais importante honraria da literatura nacional. “É muito legal estar em Cataguases e ter a oportunidade de rever a cidade. Para mim, que tenho apenas um livro infantil, diferente dos outros autores que participam, é uma experiência diferente. Gostei muito de estar aqui e ter um contato com as crianças”, afirmou.

Outro escritor orgulho da Zona da Mata, Eliardo França, de Santos Dumont, autor da famosa coleção, “Os Pingos”, junto com Mary França, se disse muito contente por participar do Encontrão. “É um projeto muito bonito e importantíssimo, que eu gostaria de ver sua repetição em todo o país. É legal demais estar aqui junto com a Andrea, o Proler, os professores e ir às escolas para ter o contato com os estudantes da rede pública de ensino”, finalizou.



Fonte: Prefeitura Municipal de Cataguases

Nenhum comentário :

Postar um comentário