sexta-feira, 23 de novembro de 2018

Morre Paulo Henrique, idealizador do Trem de Turismo Rio-Minas

Faleceu nesta quinta-feira (22), no Hospital Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, Paulo Henrique do Nascimento, 45 anos, idealizador do projeto Trem Turístico Rio-Minas e presidente da Oscip Amigos do Trem. Ele lutava contra um câncer no pulmão há 4 anos. O sepultamento aconteceu ontem em Juiz de Fora, cidade natal de Paulo. Seu último compromisso como presidente da Oscip foi em 11 de julho deste ano no Ministério de Transportes para tratar da  implantação do Trem de Turismo Rio Minas.

Trem de Turismo Rio Minas

A ideia de criação de um trem de passageiros saindo de Cataguases até Três Rios (RJ) com fins turísticos, começou a ser fomentada pela Oscip - Amigos do Trem após o anuncio do término do transporte de bauxita pela VLI, empresa que detém a concessão da linha férrea, em 31 de julho de 2015. De lá pra cá, o projeto tomou corpo e chegou a fazer uma viagem experimental de Recreio até Cataguases em 20 de maio deste ano, mas esbarrou na má conservação da ferrovia que provocou entraves na liberação junto a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). A expectativa era que no segundo semestre deste ano a linha já estivesse funcionando o que não aconteceu.


Viagem experimental do Trem de Turismo Rio-Minas, ao centro Paulo Henrique do Nascimento.
Nesta semana, a Assembléia Legislativa de Minas Gerais, debateu o assunto, com representantes da ANTT, de concessionárias e das Oscip, durante audiência da Comissão Extraordinária Pró-Ferrovias Mineiras.

O presidente da Comissão Pró-Ferrovias Mineiras, deputado João Leite (PSDB), disse que não vai abrir mão da luta para recuperar o modal ferroviário em Minas como opção para o transporte de passageiros.

Durante a audiência, foi discutido o projeto para implantação do Trem Rio Minas, na rota Cataguases - Além Paraíba - Três Rios (RJ), mas o diretor de Relações Institucionais da VLI, Flávio Henrique Rodrigues Pereira, destacou que qualquer projeto para trens de passageiros deve ser autorizado pela ANTT.


No caso do trem que iria de Cataguases (MG) a Três Rios (RJ), ele afirmou que já foram empenhados vários itens como locomotivas e vagões e que outras demandas para viabilizar o projeto serão estudadas.

Com informações da ALMG

Nenhum comentário :

Postar um comentário