quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Projeto Leitura nos Bairros dos alunos de Pedagogia da FIC encerra com show de mágica e distribuição de livros



Aconteceu neste domingo (18), na Praça Santa Rita, no centro de Cataguases, o encerramento do projeto Leitura nos Bairros (Ler & Inspirar & Sonhar & Aprender). O projeto, organizado por professores e alunos do Curso de Pedagogia da FIC, teve - durante dois meses - 20 encontros de leitura. 

Na culminância de domingo, o projeto contou com encenação da história de um menino de 9 anos que pela primeira vez assiste a apresentação de um Mágico, inspirada na vida de Emanuel Messias Mariquito, pelas alunas da FIC, além de shows de mágica e "contação" de histórias do livro "Todo Mundo Cabe no Mundo" escrito por Altamiro Lacerda de Almeida Júnior, Juliana de Paula Iennaco e Mágda Aparecida Mazini de Almeida, através de recursos do projeto "Doe Felicidade". Ao final, todas as crianças receberam um exemplar do livro.

O evento também contou com shows de mágica dos mágicos Duda, Claudio Medina Kradyn e Vinícius Branquinho.

O mágico Emanuel Messias Mariquito falou sobre a história contada do menino que vê pela primeira vez um show de mágica e se apaixona pela arte, explicando que a história retrata a sua foi inspirada em sua vida quando ele assiste o show do mágico Fu Manchu, em um circo instalado próximo a rodoviária de Cataguases. Messias ressaltou que hoje é o único mágico brasileiro vivo que assistiu um show de Fu Manchu no Brasil e o associado brasileiro mais antigo da International Magicians Society. O artista criticou a Secretaria Municipal de Cultura por não ter dado apoio segundo ele. "Isso aqui é um trabalho feito pela Doe Felicidade, não tem apoio ou incentivo de ninguém, o Poder Público não emprestou uma cadeira. Nós pedimos cadeira e tenda e não emprestaram", desabafou.

Projeto Doe Felicidade

O professor Altamiro Lacerda de Almeida Júnior, disse para o Site Mídia Mineira, que com o encerramento desta campanha, inicia uma outra campanha, agora, voltada para o Meio Ambiente. 

O projeto Doe Felicidade já acontece em Cataguases há vários anos por iniciativa de professores e alunos do curso de pedagogia da FIC e sobrevive exclusivamente com a venda de camisas. "O projeto não para por ai, este ano a gente já está com uma nova campanha onde a gente fala que as escolhas são suas e as consequências também, com isso nós estamos buscando uma pegada de educação ambiental", disse Altamiro Júnior. 

Este ano (Como já aconteceu nos anos anteriores) o projeto Doe Felicidade pretende financiar a festa de Natal dos alunos da APAE no dia 11 de dezembro e com a sobra de recursos, será desenvolvido um livro de educação ambiental. "a gente tem intenção de colocar em todas as escolas ecopontos para que as crianças levem os seus 'lixos' que não são lixos para que seja incentivada a reciclagem desses produtos e com isso as escolas poderão conseguir uma verba para fazerem manutenção de quadra, pintura ou troca de lâmpadas".

As camisas estão sendo vendidas todos os dias na Loja da Hering e aos sábados na Praça Rui Barbosa.

Caminhada Ecológica

Dentro do projeto está sendo organizada uma caminhada ecológica para a semana que vem, com o apoio da Secretaria Municipal de Esportes onde os participantes terão a oportunidade de adquirirem as camisas do projeto.









Nenhum comentário :

Postar um comentário