sexta-feira, 23 de novembro de 2018

Reunião no MP define limitação de veículos até 16 toneladas sobre a “Ponte Nova” em Cataguases

Medida passará a vigorar até 23 de dezembro de 2018

Foto: Reprodução Google Maps

Uma reunião que aconteceu na tarde desta quinta-feira (22), na 5ª Promotoria de Justiça da Comarca de Cataguases, entre o Promotor de Justiça de Defesa da Habitação e Urbanismo e Curador do Patrimônio Histórico e Cultural, Dr. Gustavo Garcia Araújo com o vice-prefeito Tita Lima (representando o prefeito de Cataguases, Willian Lobo), Procurador-Geral do Município, Dr. Yegros Martins Malta, secretários municipais, Catrans, fiscalização de posturas e comandante do 1º Pelotão da PM em Cataguases, Tenente Marinato e da Patrulha Rural Sargento Wanderson, discutiu a questão da interdição da Ponte Pedro Dutra Nicácio Neto, conhecida como "Ponte Nova", em Cataguases.

Conforme a Ata da reunião, que o Site Mídia Mineira teve acesso, a questão faz parte de um Inquérito Civil Público número 0153.18.000129-6, aberto pelo MP este ano, sobre o estado da ponte. Na reunião, o Procurador-Geral, Dr. Yegros Malta, informou que devido a grave crise que o Município vem passando em razão do confisco de recursos pelo Estado, não seria viável financeiramente, qualquer reforma, por ausência de verba específica para tal finalidade.

Diante do exposto e conforme pareceres do Corpo de Bombeiros e do setor de engenharia do Município, ficou definido por unanimidade a limitação do peso dos veículos que transitam sobre a ponte, ficando definido que o peso máximo será de 16 toneladas, que representa um caminhão com apenas um eixo (toco). Ficou proibido portanto, qualquer veículo acima do peso estabelecido, como veículos trucados (6t = 17t = 23 toneladas), carretas LS, Cavalo Toco + Carreta Vanderleia e Romeu e Julieta Trucado, além de ônibus intermunicipais de 2 eixos traseiros (trucados) e superiores. 

Não haverá modificação em relação ao trânsito dos ônibus Municipais, nem aos ônibus intermunicipais de apenas 1 eixo.

A data para vigorar a restrição, ficou definida para até o dia 23 de dezembro deste ano. Até lá, o Município deverá confeccionar e instalar placas de sinalização e comunicar a todas as empresas de transportes de carga e de passageiros sobre as novas regras, bem como ao DER e demais empresas como postos de gasolina entre outras.

A Polícia Militar atuará de modo educativo, preventivo e repressivo e o MP requisitará ao DER/DNIT perícia técnica especializada, a fim de analisar a natureza das reformas necessárias e eventuais limitações definitivas de trânsito no local.

Nenhum comentário :

Postar um comentário