quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

Especial de Fim de Ano: vereador Hercyl Neto diz que pretende apresentar medidas anticorrupção e para redução do número e salário dos vereadores em 2019

O entrevistado desta quinta-feira (27) da série de entrevistas especiais do Site Mídia Mineira é o vereador Hercyl Suhurt Salgado, ou Hercyl Neto como é conhecido. O vereador de 29 anos foi eleito pelo Partido Republicano da Ordem Social (PROS) com 850 votos para seu primeiro mandato sobre o qual fez uma avaliação para nossa reportagem.

Entre os assuntos abordados o vereador disse que na primeira metade de seu mandato conseguiu aprovar uma parte de projetos anticorrupção e que seu foco será colocar mais projetos deste tipo. O vereador defende também outros dois projetos: o primeiro para reduzir o número de vereadores e o segundo para reduzir o salário dos edis.

Segundo Hercyl, o projeto para reduzir o número de vereadores deverá ser colocado para votação no início de 2019. Para obter vitória o vereador irá precisar de dez votos e até o momento conta com sete votos declarados (Hercyl, Rogério Ladeira, Sargento Jorge, Maria Ângela, Rafael Moreira, Michelangelo e Ricardo Dias), precisando convencer mais três vereadores. Se aprovada, a economia gerada será de aproximadamente R$ 750 mil por ano, explicou. Com o dinheiro economizado o vereador sugere que a Câmara passe a contratar auditorias especializadas o que propiciará um trabalho de fiscalização dos poderes Executivo e Legislativo mais eficaz.

Em relação à redução do salário a tarefa será bem maior, pois a maioria dos vereadores perguntados não concorda com a proposta. O vereador deixa claro que pretende reduzir apenas o salário dos vereadores e não dos secretários municipais, pois o primeiro pode continuar exercendo sua profissão e o segundo tem de se dedicar em tempo integral.


Reforma administrativa

Hercyl se posicionou favorável às reformas administrativas que foram colocadas pela Mesa para 2019, mas lamentou que não tivessem sido colocadas anteriormente, pois a economia seria maior. O vereador apoia a ideia de realizar processo seletivo pelo menos para procurador e diretor administrativo.


Fernando Pacheco

Hercyl falou sobre suas expectativas em relação ao deputado eleito Fernando Pacheco que ele apoiou. "Eu acho que o Fernando tem tudo para fazer um excelente mandato, a gente sabe que também, assim como a Câmara, a gente caminha dependendo do Executivo, então, se o Zema não conseguir fazer um governo bom, talvez isso vá refletir no trabalho dele, assim como se o prefeito não consegue fazer um trabalho muito bom, isso pode refletir em nosso trabalho também. [...] O Fernando é um cara muito inteligente, muito capaz, conhece muito bem essa administração pública, principalmente em âmbito municipal e agora vai aprender mais ainda em âmbito estadual, vem estudando muito, mas ele não é a solução para todos os problemas de Cataguases, ele é um dos caminhos", disse.


Perspectivas para 2019

Entre os trabalhos que ficarão sob a responsabilidade do vereador em 2019, um deles será a relatoria da Comissão Processante no caso da INOVAR. Conforme disse, pretende fazer um trabalho independente e justo. "Se você tiver provas concretas para pedir a cassação de mandato de um prefeito, você tem de entrar independente se você tem votos ou não, agora, se você não encontra envolvimento do prefeito naquela contratação que foi desvantajosa para o Município, não estou aqui falando que houve má fé ou não, esta questão até está no Ministério Público que nós denunciamos em 2017. É uma oportunidade [para o prefeito], porque se não houver essas provas ou esse envolvimento, vamos pedir absolvição. O que a gente não pode é fazer aquele ranço político, de você virar, apontar o dedo para uma câmera e falar que vai caçar o prefeito e depois de 15 dias você acompanha a chapa que apoia o prefeito", ressaltou.

Outro trabalho será a apresentação das propostas anticorrupção que precisará contar com o Executivo, pois algumas dependerão da apresentação pelo prefeito.

O vereador também contou que possui um grupo de amigos que ele chama de núcleo do mandato os quais troca ideias para tomar decisões.

Confira a entrevista na íntegra no vídeo abaixo:

Nenhum comentário :

Postar um comentário