sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

Homem é assassinado no bairro Santa Clara em Cataguases

A vítima apresentava ferimentos que podem ter sido causado por machado


Cataguases registrou no final da noite desta quinta-feira (31), seu segundo homicídio do ano. A vítima foi identificada como Humberto Farinha de Araújo, 39 anos, vulgo "Humbertinho Carrara". 

Segundo informações o fato ocorreu na Rua Milton Ventura Marinho, bairro Santa Clara por volta das 22h30. A vítima foi morta - ao que tudo indica - com golpes de machado.

Conforme a Polícia Militar, nas últimas semanas, a vítima (foto) se envolveu em diversas ocorrências e seria suspeito de disparos de arma de fogo, direção perigosa e horas antes do fato, teria brigado em uma padaria no centro da cidade, motivo pelo qual estava sendo monitorado. Na noite desta quinta-feira, a sala de Operações da Fração (SOF), recebeu uma ligação dando conta de que um homem estaria no bairro Santa Clara portando uma arma de fogo longa e chutando um portão. Diante dos fatos, os militares deslocaram para o local, mas ao chegar depararam com o homem caído ao solo. De imediato o SAMU foi acionado, mas quando chegou a vítima já estava sem os sinais vitais. O local foi isolado para o trabalho da Perícia Técnica da Polícia Civil que constatou que a vítima apresentava ferimentos, sendo um na região da cabeça que pode ter sido causado por um machado ou instrumento cortante. Ao lado do corpo foi encontrado um artefato simulando uma espingarda e uma caixa de explosivos (bombinha).

A Polícia Militar então iniciou intenso rastreamento, sendo informada de que os autores seriam duas pessoas. Três imóveis foram vistoriados, mas nenhum dos possíveis autores foi encontrado. A PM então se retirou do local propositalmente e de posse da informação de que um dos autores teria retornado para residência de sua mãe, retornou e conseguiu localizar um dos envolvidos que confessou ter entrado em luta corporal com a vítima, mas negou que seria o autor do homicídio.

O suspeito foi preso e será levado para a Delegacia de Plantão em Leopoldina para as demais providências. As buscas continuam na tentativa de localizar o segundo autor.


*Matéria atualizada em 01/01/2019 às 08:04 para
consertar o nome da vítima
*Fotos: Rede Social

Um comentário :

  1. Onde vamos parar meu Deus com tantas mortes,nao estamos podendo sair de casa um absurdo,que deus conforte o coração da família

    ResponderExcluir