segunda-feira, 25 de março de 2019

ALMG convoca secretária de Educação para debater dispensa de vigilância em instituições de ensino

Tema será alvo de debates das Comissões de Educação e de Segurança Pública durante a semana

Vigilantes foram recebidos pela Comissão de Educação - Foto: Guilherme Bergamini
A Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) se reúne na próxima quinta-feira (28/3/19), às 13 horas, no Auditório José Alencar, para discutir a decisão do Governo do Estado de encerrar o contrato com a TBI Segurança, empresa responsável pela vigilância de 191 escolas e 10 superintendências regionais de ensino.

A secretária de Estado de Educação, Julia Sant’Anna, foi convocada para a audiência pública, solicitada pela deputada Beatriz Cerqueira (PT), presidente da comissão.


Dezenas de vigilantes de instituições de ensino acompanharam reunião da comissão no último dia 20/3. Segundo Carlos Eduardo Paixão, um dos representantes da categoria, os profissionais são bem treinados, são registrados pela Polícia Federal e ajudam a defender o patrimônio do Estado, além de darem mais segurança à comunidade local, aos professores e aos alunos dessas escolas.

Outro vigilante, Flávio Alberto do Nascimento, se emocionou ao falar sobre a responsabilidade e os laços criados com professores e alunos, pedindo apoio dos deputados para que eles não sejam dispensados. Conforme informou, muitos dos que perderão empregos e planos de saúde estão em tratamento médico, pagam aluguel e são arrimo de família.

Reuniões Interativas – Quem não puder comparecer à reunião da Comissão de Educação poderá fazer parte do debate por meio da ferramenta Reuniões Interativas do Portal da Assembleia, que estará disponível no momento da audiência. Questionamentos e dúvidas poderão ser encaminhados e, ao final, serão respondidos pelos convidados.

Segurança – A Comissão de Segurança Pública também realizará debate sobre o assunto, na terça-feira (26), às 10 horas, no Plenarinho II. Como destaca o presidente da comissão, deputado Sargento Rodrigues (PTB), autor do requerimento para realização da audiência, a manutenção do contrato com a empresa TBI é imprescindível para a garantia da segurança das pessoas e do patrimônio público investido na Educação, diante do reduzido efetivo da Polícia Militar (PM) em Minas Gerais.

Entre os convidados a participar desta reunião, estão o subsecretário de Administração do Sistema Educacional da Secretaria de Estado de Educação, Ricardo Martins, o comandante-geral da PM no Estado, coronel Giovanne Silva, e o presidente do Sindicato dos Vigilantes de Minas Gerais, Edilson Pereira.


Fonte: ALMG

Nenhum comentário :

Postar um comentário