sexta-feira, 29 de março de 2019

Dois presos em Ubá e Juiz de Fora durante operação nacional contra pedofilia e pornografia infantil



Nesta quinta-feira (28), a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) deflagrou, na Zona da Mata, a 4ª Fase da Operação Luz na Infância, uma ação nacional sob a coordenação do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP).

No âmbito do 4° Departamento de Juiz de Fora – unidade que abrange as Delegacias Regionais de Juiz de Fora, Ubá Leopoldina e Muriaé -  foram presos dois homens, de 36 anos, em residências dos municípios de Juiz de Fora e de Ubá. Nestes locais, foram encontrados materiais de cunho pornográfico envolvendo crianças e adolescentes, que foram encaminhados para perícia.

Também foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão em Juiz de Fora, um em Ubá e outro em Além Paraíba, que culminaram na apreensão de equipamentos eletrônicos, como pen drives, computadores e HDs.

Durante coletiva de imprensa realizada em Juiz de Fora, a Chefe do 4º DEPPC, Delegada-Geral Patrícia Ribeiro de Souza Oliveira, falou sobre os resultados englobando a área do Departamento e ressaltou que a operação teve como finalidade coibir crimes contra a dignidade sexual infanto-juvenil na internet. Os alvos foram identificados pela equipe do Laboratório de Inteligência Cibernética da Secretaria de Operações Integradas do MJSP, com base em informações coletadas em ambiente digital.

Já o Delegado Adjunto da 1ª Delegacia Regional de Juiz de Fora, Dr. Sergio Luiz Lamas Moreira, explicou como foi desencadeada a operação na cidade,  com atuação dos policiais civis nos Bairros Linhares, onde há um preso, e no Bairro Grama.

Operação Luz na Infância

Conforme informações do Ministério da Justiça e Segurança Pública, a Operação Luz na Infância teve início no dia 20 de outubro de 2017. Na ocasião, foram cumpridos 157 mandados de busca e apreensão de computadores e arquivos digitais e presas 108 pessoas. A segunda fase foi realizada no dia 17 de maio de 2018. As Polícias Civis dos Estados cumpriram 579 mandados de busca, resultando na prisão de 251 pessoas. Já a terceira etapa foi deflagrada no dia 22 de novembro de 2018, no Brasil e na Argentina, com o cumprimento de 110 mandados de busca, resultando na prisão de 46 pessoas.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Polícia Civil

Nenhum comentário :

Postar um comentário