domingo, 9 de junho de 2019

Prefeitura remove entulhos da Avenida Meia Pataca e busca responsabilizar responsáveis



A Prefeitura de Cataguases realizou na última quinta-feira (6), a limpeza da Avenida Meia Pataca, no trecho de terra paralelo à Avenida Eudaldo Lessa, às margens do ribeirão Meia Pataca, no bairro Popular. Para a limpeza, foi necessário o uso de uma Pá-carregadeira e uma patrol que juntaram o lixo e carregaram um caminhão com entulhos, desde restos de construção, aparelhos eletrônicos a garrafas pet, pneus e embalagens diversas.

O prefeito Willian Lobo supervisionou a operação pessoalmente, juntamente com os secretários de Serviços Urbanos, Meio Ambiente e Fazenda, além de equipe dos Serviços Urbanos. Alexandre Araújo, morador do bairro Pouso Alegre e pastor da Igreja Metodista Wesleyana, situada próxima ao local, também acompanhou todo serviço.

O secretário de Meio Ambiente, José Emilton, lembrou que hoje existe no município um aterro exclusivo para construção civil, que recebe este tipo de resíduo por um baixo valor. Segundo ele, com intuito de facilitar, a Prefeitura de Cataguases, disponibilizou mais 5 caçambas nos bairros: São Diniz, Granjaria, Ana Carrara, Santa Clara e Taquara Preta. O secretário também ressaltou que quem gera o resíduo, que é o responsável por ele.

Em entrevista para o Programa Conexão Cataguases, José Emilton também disse que a Promotoria de Justiça, já se manifestou sobre o tema e solicitou a Polícia Ambiental que puna quem for pego descartando resíduos ou objetos em locais públicos.

O secretário de Fazenda, Mauro Fachini Gomes, disse que a prefeitura tentará identificar e notificar os infratores, que a multa para este tipo de crime pode variar entre R$ 500 e R$ 1500, podendo ser dobrada em caso de reincidência. "Pelo que nós estamos recolhendo aqui, a gente já vai conseguir pelo menos notificar algumas pessoas que fizeram esse desastre", disse.

O prefeito Willian Lobo salientou que ver tal quantidade de entulho é uma grande tristeza na semana do Meio Ambiente. Segundo ele, há cerca de 30 dias a Prefeitura já havia limpado o local. "Medidas drásticas serão tomadas, estaremos envolvendo Polícia Militar Ambiental, Polícia Civil, Polícia Militar e todos os outros órgãos de segurança para que uma medida punitiva possa ser tomada para que as pessoas não venham novamente cometer este crime", declarou o prefeito.

Conforme publicação do Jornal Cataguases, a situação também deixou indignado o ex-vereador e morador do bairro Pouso Alegre, Walmir Linhares. “Trata-se de um verdadeiro crime ambiental e deve ser devidamente apurado para responsabilizar quem deu causa a isso”, disse ele.

O telefone para denúncias é o 3429-2599.

Assista abaixo trecho do vídeo compartilhado pela Prefeitura de Cataguases:




Assista abaixo trecho da entrevista do secretário de Meio Ambiente, José Emilton:

.

Nenhum comentário :

Postar um comentário