sábado, 29 de junho de 2019

Roubo em Itamarati de Minas: Até o momento seis presos e R$ 730 mil recuperados pela PCMG

A Polícia Civil atualizou a imprensa nesta sexta-feira (28) sobre o roubo registrado na madrugada de segunda-feira (24), quando foi subtraída a quantia de aproximadamente R$1,3 milhão, em uma residência localizada em Itamarati de Minas. 

Até o momento, seis pessoas envolvidas no crime foram presas e mais de R$ 730 mil já foram recuperados.

Após diligências realizadas, policiais civis da 27ª Delegacia de Cataguases passaram a monitorar a residência de suspeitos, resultando na prisão de quatro investigados, suspeitos de cometerem roubo. Conforme informações do Delegado Diego Mattos de Vilhena, na terça-feira (25), dois jovens de 21 anos foram presos no município de Cataguases, e um rapaz, de 24 anos, na cidade de Mercês, onde, durante a ação, a PCMG teve o apoio de dois policiais do Serviço Reservado da Polícia Militar. Um quarto autor, que se encontrava de saída temporária da Penitenciária de Muriaé, também foi preso na quarta-feira, em Muriaé. Além disso, dois homens, de 20 e 37 anos, foram presos por receptação em Cataguases. 

Na ação, um dos investigados, de 21 anos, tentou fugir a pé, mas foi alcançado e contido pela equipe de policiais. Com o suspeito, foi recuperada parte da quantia de dinheiro. Posteriormente, foram identificados os demais suspeitos do roubo, assim como os envolvidos na receptação dos valores subtraídos. “Desta forma, novas diligências foram desencadeadas, culminando na localização do montante que restou apreendido, além dos demais envolvidos”, explicou, complementando que os suspeitos foram conduzidos até a unidade prisional. 


A autoridade policial também explicou que a investigação segue em andamento a fim de apurar a existência de outros envolvidos e de localizar o restante do dinheiro. Para o Delegado Regional de Leopoldina, Dr Carlos Eduardo Santos Rodrigues, o resultado exitoso se deve ao empenho dos policiais civis, que se encontram, desde a comunicação do crime, trabalhando por dias ininterruptos para apurar os fatos.

Fonte:  Assessoria de Comunicação da Polícia Civil

Nenhum comentário :

Postar um comentário