quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Prefeitura de Cataguases realiza I Seminário de Vigilância em Saúde

Com o tema “Reflexões sobre Vigilância em Saúde no SUS”, aconteceu na última quarta-feira, dia 21, no Bevile Hotel, o I Seminário de Vigilância em Saúde de Cataguases. O evento inédito na cidade e região foi conduzido por meio de seis palestras proferidas por profissionais especializados, e organizado pela Secretaria Municipal de Saúde, por intermédio da Coordenaria de Vigilância em Saúde. Na abertura, a secretária de Saúde de Cataguases, Daniela Rezende Coelho, destacou a importância daquele encontro por reunir pessoas qualificadas e atuantes em suas respectivas áreas, com o objetivo de compartilhar conhecimentos, informações e experiências com os demais, trazendo temas pertinentes à melhoria da qualidade da saúde coletiva e do Sistema Único de Saúde.

A série de palestras foi aberta pela especialista em Economia da Saúde, Aline Machado Caetano Costa, que discorreu sobre conceitos, história e contexto atual da vigilância em saúde. A enfermeira e pós-doutora em Gestão e Saúde, Cláudia Tartáglia Reis, desenvolveu o tema “Segurança do Paciente” e a fisioterapeuta Maria Célia Riguetto Nunes, integrante do Núcleo de Epidemiologia da Gerência Regional de Saúde (GRS Leopoldina), falou sobre “Vigilância em Tuberculose”.  Em seguida, Luciano Brazolino, enfermeiro e pesquisador também da GRS, discorreu sobre a incidência de doenças transmissíveis por insetos em Cataguases e região. Já a questão da “Vigilância em Saúde do Trabalhador” foi desenvolvida pela assistente social Miriam Monteiro de Oliveira, gerente do Departamento de Saúde do Trabalhador, da Prefeitura de Juiz de Fora. O tema “A Vigilância Sanitária no dia a dia do cidadão”, foi abordado pela farmacêutica, Ângela Ferreira Vieira, diretora de Vigilância em Alimentos da Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais.

O evento contou ainda com a presença do diretor da GRS Leopoldina, Renan Guimarães de Oliveira, que parabenizou pelo evento e ressaltou a necessidade de aprimorar a gestão por meio do planejamento, ação, controle e a permanente avaliação das atividades. Ele também elogiou o avanço da política de vigilância em saúde por abranger e inter-relacionar as vigilâncias ambiental, sanitária, epidemiológica e a saúde do trabalhador. “A melhoria qualitativa da saúde pública passa, necessariamente, por todo um processo de gestão e disseminação de conhecimento que encontros como esse ajuda a proporcionar” afirmou.

Já o presidente do Conselho Municipal de Saúde, o médico Joseph Freire, elogiou a iniciativa pelo Seminário, o qual considerou um marco histórico. Ele também reconheceu os esforços da Secretaria Municipal de Saúde. “Mesmo diante das muitas dificuldades, tais como demandas judiciais  e falta de repasses de recursos do Estado, a Secretaria se mantém  atuante, transparente e empenhada, por meio da melhoria da vigilância em saúde, da atenção básica, do controle, regulação e sistemas de avaliação, sempre  aprimorando a gestão para entregar serviços de saúde com mais qualidade à população”. Ele disse ainda que o Conselho estará à disposição sempre que estiver em vista o propósito fortalecer o SUS e as políticas públicas de saúde no município.



A coordenadora de Vigilância em Saúde da Prefeitura de Cataguases, Amanda Penha, agradeceu à Secretaria e aos esforços de sua equipe para a execução do evento e ressaltou o pioneirismo do Seminário. “O primeiro de Cataguases e da região e que discute temas pertinentes à saúde pública e ao Sistema Único de Saúde”, disse ela, agradecendo também o apoio do Conselho Municipal de Saúde, da Gerência Regional de Saúde e da Sociedade de Medicina e Cirurgia de Cataguases. 

Fonte: Prefeitura de Cataguases

Nenhum comentário :

Postar um comentário