sexta-feira, 8 de novembro de 2019

Defesa Civil, Bombeiros e PM resgatam homem após pular da ponte em Cataguases


Um homem de 52 anos foi resgatado na noite desta quinta-feira (7) pela Defesa Civil de Cataguases, Corpo de Bombeiros de Leopoldina e Polícia Militar.

Segundo informações apuradas pelo Site Mídia Mineira, a Defesa Civil e Polícia Militar foram acionadas, por populares, por volta das 21h10, com a informação de que um homem teria sido visto descer de um táxi e se jogar no Rio Pomba, próximo a "Ponte Nova", no Centro de Cataguases. 

Após busca no rio, o homem foi avistado por um agente da Defesa Civil, agarrado em um pilar da ponte. O coordenador, Alexandre Rodrigues, o Tico Tico, pode então se aproximar e iniciar o trabalho de salvamento. Com a ajuda de um colete salva vidas e uma corda, o homem foi puxado para a margem, com o auxílio do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar. Com ele foi encontrada a quantia de R$ 2,3 mil dentro de uma bolsa.

O homem foi conduzido para o Pronto Socorro Municipal, no Hospital de Cataguases e a família foi informada do ocorrido. Aparentemente ele estaria sofrendo com problemas psicológicos. 

O coordenador da Defesa Civil, Alexandre Rodrigues, relatou para o site Mídia Mineira o que ocorreu: "Quando chegamos, olhando por cima da ponte avistamos algo que parecia ser uma cabeça boiando, descemos correndo atrás e como estava um pouco escuro não identificamos de longe, era a bolsa deste senhor. Em vistoria no Leito outro agente conseguiu avista-lo nas águas, agarrado em uma das colunas, com fala desorientada. Entramos na água e começamos conversar com ele que no começo tentou sair e voltar para correnteza, mas conseguimos conte-lo no local, colocando-o sentado em uma das pilastras, momento em que ele começou a ficar exaltado novamente. Então pedimos para ele colocar o colete para não machucar, então, amarramos uma corda no colete e ele foi resgatado pelo agente da Defesa Civil, bombeiros e policiais que estavam no local. Como a Ambulância do SAMU não estava disponível, disponibilizei a minha ambulância ate o Hospital onde foi acompanhado pela nossa equipe e pelos Bombeiros. Os militares e um agente da Defesa foram procurar os familiares para repassar o dinheiro e informar da situação", contou.

Nenhum comentário :

Postar um comentário