sexta-feira, 14 de fevereiro de 2020

Prefeito de Muriaé decreta situação de emergência no Município

Em razão das chuvas intensas e da enchente que atingiu a cidade, o prefeito Ioannis Grammatikopoulos, o Grego, decretou, no início da tarde de quinta-feira (14), situação de emergência em Muriaé.

O documento autoriza os órgãos municipais a atuarem sob a coordenação da Defesa Civil, bem como permite a convocação de voluntários para reforçar ações de resposta a desastres naturais e a promoção de campanhas de arrecadação junto à comunidade, dentre outras iniciativas.

A medida foi tomada baseada em parecer da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (COMPDEC).

As equipes da Prefeitura e do Demsur estão mobilizadas deste cedo e continuam atuando incessantemente com maquinários e centenas de servidores para sanar os problemas causados pelas chuvas e auxiliar as vítimas das cheias. Um gabinete de gestão de crise foi montado.

Além de atendimentos em locais afetados, já está em funcionamento um abrigo no Cefas para os atingidos pelas chuvas. Neste momento, há 31 pessoas no local.

Há ainda pontos de apoio para a população na Escola Municipal Cleria Ticon (Santana), na Casa de Oração do José Cirilo e na Escola Municipal Professora Odaleia Morais de Azevedo (Barra).

A Secretaria de Saúde disponibilizou enfermeiro e médico no Cefas que permanecerá durante esta sexta-feira (14), até às 17h30min, para atender os desabrigados. Outra equipe de saúde ficará de sobreaviso no sábado, caso haja necessidade.

Além da chuva volumosa que caiu sobre a cidade – aproximadamente 120mm em cinco horas, os  rios que cortam a cidade receberam água de municípios vizinhos.

O Rio Glória invadiu a ponte que corta a BR-356, próximo ao perímetro urbano de Muriaé, interditado a pista.

Não há previsão de chuvas volumosas para esta sexta-feira (14). As precipitações, se houverem, serão de até 17mm.

Fonte: Prefeitura de Muriaé

Nenhum comentário :

Postar um comentário